Facebook pode ter mais perfis de gente morta do que de vivos em 2070

Se o crescimento continuar a tendência

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Facebook pode ter mais perfis de gente morta do que de vivos em 2070

O número de perfis de gente morta no Facebook pode ultrapassar a quantidade de perfis de pessoas vivas em 50 anos.

Um estudo feito pela universidade de Oxford estimou que, se o Facebook mantiver seu crescimento atual, serão 4,9 bilhões de contas de pessoas falecidas em 2100. Para efeitos de comparação, caso ninguém mais se inscreva na rede social, serão 1,4 bilhões de perfis de usuários mortos em 2100.

As informações servem para fomentar a discussão sobre quem deveria ter acesso aos dados dos mortos, incluindo familiares, amigos e até mesmo historiadores. Carl Öhman, o autor do estudo, defende que esses perfis são parte de nossa herança digital. David Watson, que co-escreveu o estudo, ressaltou que essa é a primeira vez que há uma quantidade tão vasta de cultura e comportamento humano documentados em um único lugar. Ambos defendem que o Facebook devia compartilhar os dados com historiadores, arquivistas e outros estudiosos para fazer a curadoria das informações deixadas por quem se foi.

A empresa de Mark Zuckerberg tem se envolvido constantemente em escândalos envolvendo a segurança de dados de seus usuários.

Mais notícias