X-Men | Sophie Turner relata desconforto ao trabalhar com Bryan Singer

"Foi desagradável", relatou

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
X-Men | Sophie Turner relata desconforto ao trabalhar com Bryan Singer

Bryan Singer foi acusado diversas vezes de assédio sexual e estupro. Antes disso, atores, como Rami Malek (Bohemian Rhapsody), relataram um certo desconforto ao trabalhar com o cineasta. Dessa vez, Sophie Turner (Game of Thrones), falou sobre sua experiência ao lado  do diretor, no set de X-Men: Apocalipse.

“Trabalhar com ele, como Rami disse, foi desagradável”, disse a atriz, em entrevista à Rolling Stone. “Quando você chega em Hollywood, você acha que tudo vai ser um sonho, e então você percebe que precisa ser estrategista com tudo. E pessoas como Harvey Weinstein são como Joffrey ou Ramsay. Ou pior, um Caminhante Branco“, completou, sem dar detalhes do que causou o desconforto ao trabalhar com Singer.

A The Atlantic fez investigações durante todo o ano de 2018 e divulgou novas acusações de abuso sexual relacionadas a Bryan Singer, o diretor de X-Men. Quatro homens alegam que foram assediados e abusados pelo cineasta quando eram adolescentes, na década de 90.

Turner interpretou Jean Grey em X-Men: Apocalipse, e reprisa o papel em X-Men: Fênix Negra, que estreia ainda em 2019.