PlayStation e Xbox criticam postura da Activision Blizzard após processos de assédio

Phil Spencer declarou que está "reavaliando todos os aspectos da relação da Microsoft com a Activision Blizzard"

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
PlayStation e Xbox criticam postura da Activision Blizzard após processos de assédio

Após uma reportagem relatar que o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, estava ciente dos assédios sexuais que estavam acontecendo na empresa há anos, os chefes do Xbox e da PlayStation se manifestaram sobre o assunto.

Segundo uma reportagem da Bloomberg, Phil Spencer enviou nesta quinta-feira (18) uma carta aos funcionários da Microsoft, dizendo que está “profundamente perturbado e preocupado com os eventos e as ações horríveis” que estão acontecendo na Activision Blizzard.

Além disso, o chefão da Xbox declarou que está “reavaliando todos os aspectos da relação da Microsoft com a Activision Blizzard e fazendo ajustes proativos”.

Já outra reportagem (também publicada pela Bloomberg), relata que Jim Ryan, atual CEO da Sony, enviou uma carta aos funcionários na última quarta-feira (17), na qual expressou uma “preocupação profunda” com a Activision Blizzard, afirmando que a PlayStation “não acredita que as respostas da empresa estão abordando adequadamente a situação”.

Vale reforçar que tanto o Xbox quanto a PlayStation se manifestaram sobre o assunto apenas de forma interna, mas ainda não comentaram publicamente sobre o caso.

Atualmente, a Activision Blizzard está lidando uma série de ações judiciais que tiveram início em julho, após o estado da Califórnia entrar com um processo contra a empresa por conta de denúncias de discriminação e assédio sexual no ambiente de trabalho.

Mais notícias