Os 10 melhores jogos de 2023 até agora, segundo a crítica

Baldur's Gate 3, Zelda: Tears of the Kingdom, Super Mario Bros. Wonder e mais!

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Os 10 melhores jogos de 2023 até agora, segundo a crítica Baldur's Gate 3/Larian Studios/Divulgação

Com a chegada de muitos jogos aguardados, é indiscutível que 2023 está sendo excelente para quem ama videogame — apesar de não ter dó das nossas carteiras.

Como o ano está caminhando para reta final — e sabemos que todo mundo adora um ranking —, decidimos listar os 10 games mais bem avaliados de 2023 até agora, com base no Metacritic, site que agrega avaliações da crítica especializada e do público.

Para a montagem da lista, consideramos a plataforma com a maior nota para cada jogo (independente do número de análises) e, em casos de médias iguais, usamos a avaliação do público como critério de desempate.

Além disso, fica o aviso de que expansões e relançamentos ficaram de fora da lista, justamente por não serem um novo game.

Com as considerações explicadas, bora para o ranking! Confira abaixo:

1. Baldur’s Gate 3

(Imagem: Larian Studios/Divulgação)

Após seis anos em desenvolvimento, Baldur’s Gate 3 chegou para aquecer o coração dos amantes de RPG em 2023 — e o topo do ranking.

Em menos de 24 horas após o lançamento no PC, o jogo alcançou 500 mil jogadores simultâneos e arrancou elogios da crítica e comunidade. Não à toa, formou uma nota alta de 96 no Metacritic nas semanas seguintes, desbancando até o novo Zelda.

  • Nota no Metacritic: 96

2. The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom

(Imagem: Nintendo/Divulgação)

Com uma nota tão poderosa quanto uma Master Sword, The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom aparece na segunda posição com uma média alta de 96.

O jogo é sequência direta de Breath of the Wild e foi aclamado pela crítica por ampliar os conceitos de liberdade do antecessor, principalmente com as mecânicas de fusão de itens, armas e afins.

  • Nota no Metacritic: 96

3. Metroid Prime Remastered

(Imagem: Nintendo/Divulgação)

Um dos lançamentos surpresas do ano, Metroid Prime Remastered aparece em terceiro lugar, com a média de nota de 94.

O jogo é uma remasterização para Nintendo Switch do clássico de GameCube, originalmente lançado em 2002, que apresenta melhorias principalmente visuais que deram um novo ar à primeira aventura 3D de Samus.

  • Nota no Metacritic: 94

4. The Case of the Golden Idol

(Imagem: Playstack/Divulgação)

Provavelmente a maior surpresa do ranking. The Case of the Golden Idol é um jogo de investigação que coloca você na pele de um detetive do século XVIII, para lidar com vários casos diferentes.

Sendo um point ‘n’ click com pegada retrô, o título foi aclamado pela crítica e comunidade indie pela complexidade dos quebra-cabeças que precisam ser investigados.

  • Nota no Metacritic: 93 (na versão de Switch)

5. Super Mario Bros. Wonder

(Imagem: Nintendo/Divulgação)

Retomando o legado dos amados jogos 2D de Mario, Super Mario Bros. Wonder conquistou a quinta posição com uma média de 93 — e também é o terceiro título da Nintendo na lista.

A crítica elogiou principalmente a expansão de mecânicas e cenários da fórmula clássica da franquia, com muitos personagens jogáveis, modo cooperativo e habilidades especiais.

  • Nota no Metacritic: 93

6. Resident Evil 4

(Imagem: Capcom/Divulgação)

O remake de Resident Evil 4 era um dos jogos mais aguardados de 2023 — e não decepcionou a crítica e os fãs, provando que a Capcom ouviu a comunidade após o tropeço com Resident Evil 3.

A nova versão foi aclamada por manter uma fidelidade alta ao original e entregar uma experiência moderna da missão de Leon Kennedy no resgate da filha do presidente, conquistando a média de 93.

  • Nota no Metacritic: 93 (na versão de PS5)

7. Cocoon

(Imagem: Annapurna/Divulgação)

Outro jogo indie do ranking é o simpático Cocoon, que coloca o jogador para controlar um pequeno inseto em uma ambientação alienígena (pois é) — e aparece com uma nota alta de 92.

O game é focado em quebra-cabeças e enigmas de ambiente, sendo aclamado pela inventividade da jogabilidade e cenários envolventes.

  • Nota no Metacritic: 92 (na versão de PS5)

8. Street Fighter 6

(Imagem: Street Fighter 6/Capcom/Divulgação)

Dobradinha de Capcom na lista, Street Fighter 6 defende a oitava colocação com socos e chutes afiados, além de uma média de 92.

O jogo foi aclamado por apresentar um conteúdo parrudo, opções de acessibilidade e elenco de peso de lutadores, que elevam tudo o que a franquia construiu até hoje.

  • Nota no Metacritic: 92 (nas versões de PS5 e PC)

9. Sea of Stars

(Imagem: Sabotage Studio/Divulgação)

Inspirado em JRPGs clássicos — principalmente Chrono Trigger —, Sea of Stars que foi elogiado principalmente pelo visual retrô e pixelado, personagens cativantes e jogabilidade divertida com combate em turnos.

Não à toa, o jogo aparece com uma média alta de nota de 91 no Metacritic.

  • Nota no Metacritic: 91 (na versão de Switch)

10. Turbo Overkill

(Imagem: Apogee Software/Divulgação)

Para fechar o ranking, temos outra surpresa. Turbo Overkill, um shooter indie com temática cyberpunk, que foi lançado em agosto — após um período em acesso antecipado (early access).

O FPS conquistou boa parte da crítica e da comunidade com uma jogabilidade frenética, cenários caóticos e muita pancadaria.

  • Nota no Metacritic: 91

Acompanhe o NerdBunker também no TwitterInstagram e TikTok, e entre no nosso grupo no Telegram.

Fonte: Metacritic

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1