Justiça determina que Especial de Natal do Porta dos Fundos seja retirado da Netflix

O filme gerou polêmica ao insinuar um namorado para Jesus

Marina Val Publicado por Marina Val
Justiça determina que Especial de Natal do Porta dos Fundos seja retirado da Netflix

Nesta quarta-feira (8), a Justiça do Rio de Janeiro, através do desembargador Benedicto Abcair, da 6a Câmara Cível, determinou que a produtora da Porta dos Fundos e a Netflix tirem do ar o Especial de Natal Porta dos Fundos 2019: A Primeira Tentação de Cristo. A decisão é provisória.

Segundo o G1, o magistrado conclui o seguinte:

Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida.

A decisão atende ao pedido da Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. Em primeira instância, a solicitação havia sido negada.

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, comentou ao O Globo que trata-se de um caso de censura e que será derrubada pelos tribunais superiores. Para ele, a decisão de retirar o vídeo não tem amparo na Constituição.

Até o momento, a Netflix e a Porta dos Fundos não se pronunciaram sobre o assunto.

O filme gerou polêmica ao insinuar um namorado para Jesus. Por conta disso, houve manifestações contra o especial e alguns abaixo-assinado pedindo a censura do mesmo foram criados.

Além disso, no mês passado, a sede da produtora do Porta dos Fundos sofreu um atentado. Duas bombas caseiras foram jogadas no local, mas não houve feridos.

O especial de Natal de 2018 foi premiado como Melhor Comédia no Emmy Internacional.

O elenco do especial de 2019 conta com Gregório Duvivier, Fábio Porchat, João Vicente de Castro, Antonio Tabet, Thati Lopes e Rafael Portugal.

Até o momento da publicação dessa matéria, o Especial de Natal Porta dos Fundos 2019: A Primeira Tentação de Cristo ainda estava disponível na Netflix.