Game of Thrones leva dez estatuetas em premiação técnica do Emmy Awards 2019

A série Chernobyl está logo atrás, vencedora de sete categorias

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Game of Thrones leva dez estatuetas em premiação técnica do Emmy Awards 2019

A principal cerimônia do Emmy Awards 2019 acontece no próximo domingo, dia 22 de setembro. Mas, algumas estatuetas do prêmio já foram distribuídas nas noites do último sábado e domingo, durante o Creative Arts do Emmy Awards 2019. Dedicado às categorias de arte e técnicas, a entrega aconteceu no Microsoft Theater, em Los Angeles.

A HBO brilhou durante a entrega do prêmio de domingo, pois suas produções levaram diversos prêmios. Game of Thrones foi o grande vencedor da noite de domingo, com dez prêmios, incluindo o de Melhor Composição de Trilha Sonora (Original), com o episódio “The Long Night”, Melhor Efeitos Especiais e o de Melhor Elenco de Série Dramática. Chernobyl, também da HBO, faturou sete prêmios, incluindo Melhor Design de Produção e Melhor Fotografia.

A série The Marvelous Mrs. Maisel, da Amazon Prime, levou seis prêmios para casa, incluindo o de Melhor Atriz e Melhor Ator Convidado em Série de Comédia para Jane Lynch e Luke Kirby.

Já a primeira noite do Creative Arts do Emmy Awards 2019 teve como grande vencedor Free Solo, documentário que também levou a estatueta no Oscar deste ano. A produção da National Geographic faturou sete prêmios, incluindo Direção, Composição Musical e Conquista Criativa. O longa conta a história de Alex Honnold, alpinista cujo sonho era escalar o El Capitan, um paredão de granito de 900 metros, sozinho.

A Netflix também recebeu vitórias na noite; o reality show Queer Eye levou quatro prêmios, incluindo Melhor Série Estruturada de Reality e Melhor Elenco em uma Série do Gênero. A animação Love, Death + Robots ganhou cinco estatuetas, incluindo os prêmios Conquista Individual em Animação e Melhor Série de Animação de Curto Formato.

O prêmio de Melhor Série de Animação ficou com Os Simpsons, pelo episódio “Mad About The Toy”.

A noite de sábado também trouxe a vitória do programa Live in Front of a Studio Audience: Norman Lear Presents: ‘All in the Family’ and ‘The Jeffersons’ como melhor especial de variedades, tornando Norman Lear a pessoa mais velha a receber um Emmy, aos 97 anos.

Deixando Neverland, filme sobre as acusações de abuso contra Michael Jackson, venceu como Melhor Documentário.

RuPaul Charles fez história ao conquistar pelo quarto ano consecutivo o prêmio de Apresentador de Reality ou Programa de Competição por RuPaul’s Drag Race. Com isso, ele se iguala a Jeff Probst, do Survivor, recordista na categoria.

Já a cantora Beyoncé, que concorria em seis categorias com o seu Homecoming, não faturou nenhuma estatueta. O filme é uma parceria com a Netflix, e mostra os bastidores e a apresentação no festival Coachella, de 2018, marcado por homenagem às suas raízes negras. Esta não foi a primeira vez que Beyoncé saiu de mãos abanando do Emmy; em 2016, ela perdeu duas categorias pelo seu álbum-visual Lemonade. Em 2015, perdeu uma pelo especial da HBO sobre sua tour conjunta com o marido Jay-Z, a On The Run e, em 2013, acabou derrotada ao concorrer por sua performance no Halftime Show do Super Bowl.

A 71ª edição do Emmy Awards acontece no domingo, 22 de setembro, a partir das 20h e, no Brasil, você pode assistir à premiação ao vivo e com exclusividade na TNT.  Saiba quem são os indicados!