Fortnite | Mãe do garoto que criou a dança “Orange Justice” processa a Epic Games

Esse não é o primeiro processo da empresa por motivos similares

Marina Val Publicado por Marina Val
Fortnite | Mãe do garoto que criou a dança

Epic Games, a empresa responsável por Fortnite, está sendo processada por várias pessoas devido ao uso de dancinhas no jogo sem a autorização do criador da coreografia.

Agora, a mãe da menino conhecido apenas como “garoto da camisa laranja” está processando a companhia pelo uso da dança “Orange Justice” no jogo.

A parte que esse processo se difere de outros é que essa coreografia em particular foi enviada pela criança para o concurso “BoogieDown” de Fortnite. Apesar de não ter sido inicialmente selecionada, houve uma mobilização por parte dos jogadores no site Change.org pedindo para que ela fosse incluída e a Epic atendeu o pedido.

Confira a dança original:

E o emote baseado nela:

Nas regras do concurso, a empresa menciona que os jogadores não seriam remunerados pela inclusão dos emotes no game e também cita que teria direito de usar a dança para promover o jogo.

No processo, a mãe da criança, Rachel McCumbers, alega que o garoto teve uma explosão de popularidade por conta da dancinha e que foi vítima de “cyberbullying extremo”.

O valor que McCumbers está pedindo não foi divulgado, mas, segundo a Variety, a firma de advocacia que está representando os interesses dela no tribunal é a Pierce Bainbridge Beck Price & Hecht LLP, a mesma que está cuidando de processos similares contra a Epic abertos pelo rapper 2Milly, pelo ator Alfonso Ribeiro, e o YouTuber “Backpack Kid”.

Fortnite está disponível gratuitamente para PlayStation 4, Xbox One, PC e Nintendo Switch.

Mais notícias