Entenda como o Nexus pode afetar Loki e o futuro do MCU

Conceito citado na série do vilão já apareceu em WandaVision e Thor: Mundo Sombrio

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Entenda como o Nexus pode afetar Loki e o futuro do MCU

O primeiro episódio da série do Loki mal estreou e já deixou uma grande pista sobre o futuro deste universo. A estreia, que aconteceu nesta quarta-feira (9) no Disney+, finalmente mostrou o que aconteceu com o Deus da Trapaça após os eventos de Vingadores: Ultimato. Mas, mais do que isso, o capítulo ainda retomou um conceito apresentado em outras produções da Marvel em um presságio sombrio sobre o que está adiante dos heróis.

[Atenção! A partir de agora, possíveis spoilers do primeiro episódio de Loki]

Logo após escapar com o Tesseract, o Loki de 2012 é preso pela AVT. Ao chegar na sede da Autoridade de Variação Temporal, ele assiste a um vídeo educativo que explica por que foi detido. Assim, ele descobre que há uma linha do tempo sagrada, que deve ocorrer sem alterações. Essas modificações são chamadas de Evento Nexus, algo que “se não for controlado, pode se ramificar em loucura levando a outra guerra no multiverso”.

Animação da AVT explica perigos do multiverso a Loki (Divulgação/Marvel)
Animação da AVT adverte Loki dos perigos de brincar com o multiverso

Assim como na série, o Nexus de Todas as Realidades é um portal que conecta todos os universos paralelos da Marvel nas HQs. Existem também os “Seres Nexus”, indivíduos capazes de alterar o fluxo da Linha do Tempo Sagrada e que acabam sendo fundamentais para manter o curso da cronologia. Não à toa, esses seres são vigiados de perto pela AVT e os Guardiões do Tempo.

Talvez “Nexus” não lhe pareça estranho, especialmente porque esse evento foi citado em duas diferentes ocasiões no MCU. A primeira foi em Thor: Mundo Sombrio, quando o doutor Erik Selvig explica sobre como diferentes mundos se alinham e se conectam. Apesar de sua tese ser sobre a Convergência que uniu os Nove Reinos no filme, na lousa ao fundo é possível ler “Nexus de toda a realidade” como uma das teorias sobre como os mundos podem se conectar.

Stellan Skarsgård como Erik Selvig em Thor: Mundo Sombrio (Divulgação/Marvel)
Doutor Erik Selvig explica como mundos podem se unir em cena de Thor: Mundo Sombrio

Já a mais notável citação ao conceito aconteceu em WandaVision. O falso intervalo comercial do sétimo episódio da série trouxe um antidepressivo chamado Nexus que tem o poder de “te ancorar à sua realidade… ou à realidade que você escolher”.

Além de indicar a exploração de outros universos, o comercial ainda deixa a recomendação de só tomar Nexus “caso seu médico libere”. Essa se mostrou uma referência ao Doutor Estranho, personagem que era um médico antes de se tornar herói e que originalmente apareceria na série e cujo próximo filme tem o sugestivo subtítulo de “Multiverso da Loucura”.

Imagem do "remédio" Nexus em WandaVision (Divulgação/Marvel)
Comercial do Nexus em WandaVision

De volta a Loki, é curioso como a série não fez a menor questão de ser sutil ao citar o Nexus novamente em uma frase que reúne as palavras “multiverso” e “loucura”. Considerando que Michael Waldron, o roteirista da produção, foi escalado para escrever o próximo filme do Mago Supremo, é possível que essa alusão vá além da referência.

É possível que tanto Loki, quanto a Feiticeira Escarlate tenham envolvimento na exploração que Stephen Strange fará do multiverso. Considerando que o próprio Kevin Feige revelou que Loki terá ligação com Doutor Estranho 2 e que a Feiticeira Escarlate já está confirmada no filme, é possível que a dupla contribua para o caos que vai tomar conta dos diferentes universos da Marvel.

Por enquanto, resta esperar para saber como os eventos de Loki vão impactar a Linha do Tempo Sagrada. A série ganhará novos episódios às quartas-feiras no Disney+.

Mais notícias