Elon Musk pode ter problemas com o Pentágono após incidente com maconha

Cigarrinho do capeta coloca a autorização de segurança de Musk sob análise

Marina Val Publicado por Marina Val
Elon Musk pode ter problemas com o Pentágono após incidente com maconha

O uso de maconha pode ser legal em alguns lugares dos Estados Unidos, mas isso não quer dizer que você deve dar um tapa na pantera em público, especialmente se você for o CEO de uma grande empresa de tecnologia que tem contratos com organizações militares.

Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, ainda está sentindo os efeitos do trago que deu em um baseado durante uma transmissão do podcast Joe Rogan Experience, em setembro do ano passado. Além de as ações da Tesla terem caído e da SpaceX passar por uma inspeção da NASA após o incidente, a autorização de segurança de Musk com o Pentágono será colocada sob análise.

De acordo com a Bloomberg, um oficial americano que preferiu manter anonimato declarou que um relatório sobre o incidente foi aberto pelo Pentágono logo após o caso viralizar. Agora, Musk precisa refazer seu relatório de segurança SF-86, que exige que todos os contatados que tenham autorização de segurança informem sobre o uso de substâncias ilícitas nos últimos sete anos. A nível federal, o uso de maconha ainda é proibido.

Apesar dos problemas do CEO, as operações da SpaceX não parecem ter sido afetadas. Desde o incidente de Musk com Cannabis, a empresa ganhou licitações para lançamentos de satélites militares, inclusive uma em 19 de fevereiro deste ano, no valor de US$ 297 milhões (R$ 1,14 bilhão, na cotação atual).

Mais notícias