Dorohedoro é um anime cruel, com excelentes personagens e animação extraordinária

Essa é a primeira dica da nossa tag #30Dias30Dicas

Pedro Duarte Publicado por Pedro Duarte
Dorohedoro é um anime cruel, com excelentes personagens e animação extraordinária

Dorohedoro é um anime original Netflix, lançado em maio de 2020. Conta a história de Caiman, um homem com amnésia, e sua amiga Nikaido, em uma cidade chamada de Buraco. Juntos, eles tentam descobrir quem o deixou com uma cabeça de lagarto e eliminar o feiticeiro.

É um anime violento, que se passa em um mundo cruel, desolador, misturando magia com o cotidiano. Mas também tem humor na medida certa e a trama é conduzida em um ótimo ritmo. A primeira temporada conta com 12 episódios e todos mantêm a história caminhando, mesmo que tenha um filler disfarçado ali no meio (mas bem divertido).

Com um estilo meio gótico, a excelente animação do estúdio MAPPA (Dororo) se destaca. O contraste entre o mundo dos feiticeiros, saído de alguma história de alta fantasia, com o Buraco, que parece ter passado por uma guerra, é muito bem feito, com detalhes importantes e que ajudam na imersão. As cenas de ação são perfeitas (é um adjetivo e tanto, eu sei, mas não achei defeitos realmente).

Mas só o visual não sustentaria essa dica se não fosse a ótima história, bem contada e com excelentes personagens: cativantes, tridimensionais e misteriosos.

Dorohedoro é baseada no mangá de mesmo nome de Q Hayashida, publicado no Japão entre 2000 e 2018. A primeira temporada está disponível na Netflix.


Essa é a primeira dica do projeto da redação do NerdBunker: #30Dias30Dicas. Durante trinta dias, a partir de hoje, vamos publicar uma dica por dia aqui no site e em nossas redes sociais. Twitter, Instagram e Facebook. A ideia é mostrar um pouco mais do que estamos consumindo por aqui: livros, animes, séries, filmes, etc. E ajudar o leitor nessa batalha que é encontrar algo legal no meio de tanta oferta.