Cumbe, HQ brasileira vencedora do Eisner, será adotada por escolas públicas

Obra de Marcelo D'Salete será material complementar no estudo sobre a escravidão

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Cumbe, HQ brasileira vencedora do Eisner, será adotada por escolas públicas

Cumbe, HQ vencedora do Eisner Awards de Melhor Edição Americana de Material Estrangeiro em 2018, será adotada por escolas públicas de Ensino Médio a partir de 2019.

A graphic novel, lançada pela editora Veneta, foi aprovada no Plano Nacional do Livro Didático Literário ao lado de outras duas HQs: Angola Janga, também de Marcelo D’Salete, e Carolina, de João Pinheiro e Sirlene Barbosa.

As duas primeiras falam sobre o período da escravidão no Brasil, sendo usada como material de apoio no estudo histórico do período. Já Carolina conta a história da autora Carolina Maria de Jesus, e servirá como livro complementar nas aulas da cultura afro-brasileira.

Mais notícias