Coringa leva o Leão de Ouro no Festival de Veneza

Diretor do longa agradeceu à Warner Bros. e a DC por saírem de sua zona de conforto

Marina Val Publicado por Marina Val
Coringa leva o Leão de Ouro no Festival de Veneza

No último final de semana, Coringa levou o Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza, o prêmio máximo do evento. O reconhecimento pode ser interpretado como um indicativo de que o filme deve ser bem recebido em outras premiações internacionais.

Todd Phillips, diretor do longa, subiu no palco para receber o prêmio e agradeceu à “Warner Bros. e à DC por saírem de sua zona de conforto e  fazerem uma aposta tão ousada em mim e neste filme.” Ele também aproveitou a oportunidade para elogiar Joaquin Phoenix, que interpreta o protagonista:

Não há filme sem Joaquin Phoenix. Joaquin é o leão mais feroz, mais corajoso e mais mente aberta que eu conheço. Obrigado por confiar em mim o seu talento insano.

Roman Polanski, condenado pelo estupro de uma adolescente de 13 anos e atualmente foragido da justiça, levou o Leão de Prata por J’accuse.

O Brasil também marcou presença no festival e levou o prêmio de melhor documentário sobre cinema na mostra Clássicos por Babenco, Alguém tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou. O filme de Barbara Paz que conta a trajetória do cineasta Hector Babenco, falecido em 2016.

O projeto brasileiro de realidade virtual A Linha levou prêmio de Melhor Experiência Interativa no Festival de Veneza. A experiência coloca o espectador na São Paulo de 1940 e tem narração de Rodrigo Santoro.

Coringa estará na disputa do Oscar, segundo diretor do Festival de Veneza

Coringa | Vídeo compara trailer com cenas de filmes clássicos de Martin Scorsese

Confira outros premiados:

Leão de Ouro

Coringa (dirigido por Todd Phillips)

Leão de Prata – Grande Prêmio do Juri

J’accuse (dirigido por Roman Polanski)

Leão de Prata – Melhor diretor

Roy Andersson (About Endlessness)

Melhor Atriz

Ariane Ascaride (Gloria Mundi)

Melhor Ator

Luca Marinelli (Martin Eden)

Melhor Roteiro

No. 7 Cherry Lane (escrito e dirigido por Yonfan)

Prêmio especial do júri

La Mafia non è Piú Quella Di Una Volta (dirigido por Franco Maresco)

Prêmio Marcello Mastroianni de revelação

Toby Wallace (Babyteeth)