Mais de 800 canais de YouTube brasileiros têm mais de 1 milhão de inscritos

E 23 deles têm mais de 10 milhões

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Mais de 800 canais de YouTube brasileiros têm mais de 1 milhão de inscritos

YouTube divulgou uma pesquisa de comportamento detalhando o consumo de vídeos no Brasil e alguns dados se destacam: para começar, são mais de 800 canais com mais de 1 milhão de inscritos; dentre esses, 23 têm mais de 10 milhões, ficando atrás apenas dos EUA, cujos números não foram revelados.

Segundo a pesquisa, o consumidor brasileiro está dedicando cada vez menos atenção exclusiva à TV, num geral, com 82% dos entrevistados afirmando que fazem outras atividades enquanto assistem aos programas. Além disso, os canais de TV pagos estão perdendo espaço: em 2015, 66% das casas tinha TV por assinatura, mas, em 2018, o número caiu para 57%. Dentro do grupo de quem não tem TV paga, 74% pretende continuar assim.

No quesito entretenimento, ou seja, conteúdo que os brasileiros consomem para relaxar, a TV Globo ainda está na frente na preferência dos espectadores, com 16%, mas o YouTube aparece logo atrás como favorito de 15% dos entrevistados. Quando o assunto é aprofundar conhecimento, buscar novidades, atualizar-se e refletir, porém, o preferido é o YouTube, que ficou com 18% dos votos. Por outro lado, quando é para se inteirar do que está acontecendo em tempo real, seguir as notícias, a Globo ainda é a favorita, com mais de 25% da preferência do público. O YouTube aparece em segundo com 8%, e o SBT em terceiro, com 7%.

Apesar de não ser o favorito na hora de acompanhar notícias, o debate presidencial que foi transmitido via internet, em 9 de agosto de 2018, teve o maior pico de espectadores do YouTube, com mais de 381 mil pessoas assistindo e comentando simultaneamente. O vídeo de mais de quatro horas, que está disponível no canal de jornalismo da Band, já passou de 4 milhões de visualizações até o momento da publicação.

Um dado curioso é que 93% das pessoas que acessam o YouTube afirmam já ter procurado vídeos para aprender pequenos consertos para a casa na plataforma, e 87% buscaram melhorar suas habilidades profissionais. Oito em cada dez brasileiros já consultaram vídeos de review dos produtos que pretendem adquirir.

É interessante observar que o YouTube está muito presente na vida dos brasileiros e já rivaliza com a maior rede de TV do país, e que, embora ainda não seja visto como fonte primária de notícias do dia a dia, já conquistou espaço nas telas da população — e, com o lançamento do YouTube Music, está querendo ganhar ainda mais espaço.

A pesquisa, feita pela Provokers, teve duas partes. A primeira foi qualitativa, e ouviu 200 pessoas em quatro capitais do país (Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo), com idades que variam entre 14 e 55 anos. A segunda etapa foi quantitativa, e teve 3 mil participantes, divididos nas regiões Sul (420), Nordeste (765) e Sudeste (1.830).