Um Lugar Chamado Notting Hill é comédia romântica atemporal com o melhor dos anos 90

Uma comédia romântica para escapar do dia a dia #30Dias30Dicas

Pedro Duarte Publicado por Pedro Duarte
Um Lugar Chamado Notting Hill é comédia romântica atemporal com o melhor dos anos 90

Em Um Lugar Chamado Notting Hill (1999), temos Hugh Grant como William Thacker, o dono de uma pequena livraria em Notting Hill, Londres, e Julia Roberts como Anna Scott, uma estrela de cinema em conflito. Comecei falando dos atores porque estavam em grande momento na carreira, namoradinho e namoradinha de Hollywood.

Agora vamos à história: Anna chega à livraria de Will, por acaso. Ele derrama um suco na camisa dela por acidente e, por incrível que pareça, tudo termina em um beijo (que surpresa!). A trama, água com açúcar das boas, se desenvolve a partir disso.

Um Lugar Chamado Notting Hill, de produção britânica, é um clássico entre as comédias românticas, com roteiro muito fechadinho de Richard Curtis (que escreveu também o excelente Questão de Tempo, 2013), com diálogos e uma cadência típicas dos anos 90 (o que faz falta em algumas produções atuais, de maneira geral). Um senso humor britânico que flerta com o non sense em alguns momentos.

É um filme com estrutura padrão, com todos os conflitos e clímax nos lugares certos, intercalando a história dos protagonistas com outros núcleos. A diferença é que todos os personagens são tratados com respeito e há um contraste interessante entre eles: um núcleo é “realista demais”, com um drama complicado; o outro acompanha pessoas “exóticas”, beirando a comédia pastelão.

Os filmes de comédia romântica estão mudando. Precisavam mudar, se adequar ao nosso tempo, a como e onde as relações começam, como se dão e, bom, como terminam também. Mas Um Lugar Chamado Notting Hill é um longa água com açúcar, “feel good” (chame como quiser) que, para mim, é atemporal por apostar em uma premissa absurda, quase impossível. Com diálogos e desenvolvimento inteligentes e o melhor elenco possível na hora certa.

E, olha, às vezes é preciso fugir do dia a dia, se inspirar em romances extraordinários ao som de Elvis Costello e aproveitar duas horinhas de uma vida mais doce.


Esta é a oitava dica do projeto da redação do NerdBunker: #30Dias30Dicas. Durante trinta dias vamos publicar uma dica por dia aqui no site e em nossas redes sociais. Twitter, Instagram e Facebook. A ideia é mostrar um pouco mais do que estamos consumindo por aqui: livros, animes, séries, filmes, etc. E ajudar o leitor nessa batalha que é encontrar algo legal no meio de tanta oferta.

E temos sete outras dicas no ar. Só escolher e clicar no nome abaixo e conferir!

  1. Dorohedoro (anime)
  2. The Arcana (jogo)
  3. Upload (série)
  4. I Am Not Okay With This (série)
  5. Floresta dos Medos (HQ)
  6. Undertale (jogo)
  7. O Sorriso da Hiena (livro)