Elenco de The Boys fala sobre desafios do Herogasm: “Fomos muito longe”

Jensen Ackles, Antony Starr, Chace Crawford e o showrunner Eric Kripke falam sobre o episódio

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Elenco de The Boys fala sobre desafios do Herogasm: “Fomos muito longe”

Seja nas HQs ou na TV, é fato que The Boys é cheia de momentos absurdos. O principal deles talvez seja o Herogasm, que nasceu como uma paródia das grandes sagas dos universos de Marvel e DC e agora promete se tornar o episódio mais chocante da produção do Amazon Prime Video.

Para divulgar a terceira temporada, a plataforma convidou o NerdBunker a conversar com Eric Kripke, o criador da série, e alguns dos atores da série. É claro que um dos principais tópicos seria o Herogasm, um evento que já parecia surreal no papel. Isso explica a reação da atriz Claudia Doumit, cuja reação ao descobrir sobre a orgia foi um sonoro “P*** merda!”.

Ela não foi a única a ficar escandalizada. Intérprete do Profundo, Chace Crawford diz que levou um tempo para absorver o que viria a seguir:

“Minha reação foi ‘ficar ou fugir’, e no começo eu escolhi ‘fugir’. Então, percebi que não poderia correr. Então demorou um pouco para aceitar.”

Escalado para interpretar Soldier Boy, o astro Jensen Ackles lembrou que os pais assistem a todas as produções em que ele participou para dar palpites. Dessa vez, ele espera que a família deixe o hábito de lado:

“Eles viram todos os episódios de Supernatural, e por um bom tempo me ligavam toda semana para dizer o que acharam. Não sei se quero isso desta vez. Se eles assistirem, não quero saber.”

Responsável por interpretar o Capitão Pátria, Antony Starr está ciente de que a aparição do Herogasm na série é um desafio que paira desde que The Boys estreou. Para o ator, tudo só foi possível graças ao trabalho de Eric Kripke e ao apoio da Amazon:

“Acho que desde que a série começou, os fãs estavam se perguntando se mostraríamos essa parte. Eric Kripke é alguém que adora um desafio e a Amazon também apoiou a ideia, então chegamos a esse episódio bastante absurdo de televisão que estamos prestes a soltar no mundo. Então: boa sorte!”

Eric Kripke, por sua vez, revelou que por trás de toda a loucura houve uma lógistica “super desafiadora” para dar vida ao Herogasm. Lembrando que o momento foi gravado no auge da pandemia do coronavírus, o showrunner explicou que The Boys tomou uma série de cuidados para que tudo desse certo:

“Foi muito difícil de fazer. Porque, no meio da Covid-19, você está tentando trazer 30 ou 40 pessoas que estão dispostas a mostrar nudez e a simular sexo… Porque é uma orgia, você precisa representar de uma forma realista e precisa ter certeza de que está fazendo tudo corretamente. Tivemos vários coordenadores de intimidade, pessoas garantindo que todos estavam confortáveis.”

Aproveitando a deixa do produtor, Jensen Ackles brincou que apesar de todos os cuidados, ele não ficou nada confortável e que evitou olhar para baixo a todo custo. A sério, o ator revelou que ficou surpreso pelo cheiro que pairava no set de filmagem lá pelo quarto dia de filmagens desse momento. Questionado sobre qual era o odor, ele responde aos risos que era de “sexo sujo”.

Um choque que foi compartilhado por Chace Crawford, que ficou surpreso com quão longe o Herogasm foi:

“Mandei uma mensagem para Jensen falando sobre isso. Fomos muito longe. Provavelmente, fomos mais longe em certos assuntos do que qualquer outra série já foi.”

The Boys está em sua terceira temporada, que ganha novos episódios às sextas-feiras. A série já foi renovada para o quarto ano.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1