The Boys: Diferenças e semelhanças entre a terceira temporada e as HQs

Produção do Amazon prime Video encerrou seu terceiro ano na última sexta-feira (8)

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
The Boys: Diferenças e semelhanças entre a terceira temporada e as HQs

A explosiva terceira temporada de The Boys chegou ao fim. Adaptação da HQ de mesmo nome, a nova leva de episódios trouxe momentos retirados diretamente da obra original, assim como afastou alguns de seus enredos.

Para você que quer saber como o terceiro ano da produção do Amazon Prime Video se compara à HQ de Garth Ennis (Justiceiro Max) e Darick Robertson (Wolverine), reunimos abaixo uma lista com as maiores semelhanças e diferenças entre as obras.

[Cuidado com spoilers da terceira temporada de The Boys]

Composto V

Hughie de The Boys nas HQs e na série
Hughie e o uso de Composto V

Quando o primeiro teaser mostrou Billy Bruto (Karl Urban) com superpoderes, parecia que a série finalmente adaptaria uma parte esquecida das HQs. Isso porque nos quadrinhos, toda a equipe dos Rapazes usa Composto V para poder ter uma chance de lutar contra os supers.

Porém, a série adapta essa parte com muitas diferenças. A principal delas é que eles usam uma versão temporária do Composto V, que só dura 24 horas. A segunda é que na versão do Prime Video, Hughie (Jack Quaid) usa a substância escondido, enquanto nos quadrinhos Bruto aplica a droga no rapaz contra a sua vontade.

Hughie assassino

Hughie matando na HQ e na série de The Boys
Hughie mata um super na HQ e um soldado na série

Sob o efeito do Composto V temporário, Hughie usa seus poderes para proteger os amigos dos soldados russos. Para impedir que o Leitinho da Mamãe (Laz Alonso) seja assassinado, ele se teletransporta e atravessa o inimigo com um soco.

Esse momento é uma sutil referência às HQs. Em sua primeira missão após ter o Composto V injetado contra sua vontade, Hughie acaba matando um super chamado Galo Galante dessa mesma forma.

Soldier Boy

O Soldier Boy das HQs e da série
Soldier Boy nas HQs e na série

A terceira temporada teve a adição de peso de Jensen Ackles (Supernatural) como Soldier Boy. O personagem existe nas HQs, mas os caminhos que ele segue no seriado são muito diferentes do material original.

Nos quadrinhos, o Soldier Boy original foi morto durante uma missão na Segunda Guerra Mundial e substituído por um outro super. Já no live-action, o personagem retornou em 2022 após ser sequestrado pelo exército russo e dado como morto na década de 80.

O fiasco do Revanche

Revanche de The Boys nas HQs e na série
Revanche: um fracasso em todas as mídias

A tal missão que matou o Soldier Boy nas HQs foi parcialmente adaptada para o universo da série. A produção mostra como supers mal treinados usam seus superpoderes de forma péssima e acabam atraindo a atenção de tropas inimigas, que atacam a base.

A diferença nesse caso é que nos quadrinhos esse evento acontece durante a Segunda Guerra Mundial, enquanto na série ela se passa nos anos 80. A explicação está no fato de que, na série, muitos dos supers sobreviveram e seria um tanto estranho que não fossem idosos quase 100 anos depois.

Redenção do Trem-Bala

Hughie e Trem-Bala na HQ e na série
Hughie e Trem-Bala não resolvem as diferenças tão bem nas HQs

A terceira temporada da série mostra o Trem-Bala (Jessie T. Usher) entrando em uma jornada de redenção. Após tentar fazer o bem de verdade ao perceber o mal que o uso irresponsável de poderes pode causar, ele chega a se arrepender e até a pedir desculpas a Hughie. Um final feliz, comparado à sua contraparte nas HQs.

Nos quadrinhos, o personagem não chega nem perto de aprender com os erros ou se redimir. Além de matar a primeira namorada de Hughie, ele foi um dos abusadores de Luz-Estrela quando ela entra para Os Sete, motivos que levam o rapaz a matá-lo com um chute que arranca a cabeça do velocista.

Herogasm, a Supersuruba

Capa do Herogasm da HQ e uma cena da série de The Boys
O Herogasm das HQs finalmente aconteceu na série

Um dos grandes pontos de semelhanças e diferenças da temporada é o famoso Herogasm. A famosa Supersuruba foi mostrada na série e tem raízes nos quadrinhos, mas acontecem de formas muito diferentes em cada mídia.

Nas HQs, o Herogasm é uma desculpa para que os supers tirem férias regadas a sexo e drogas longe do olhar do público. Para isso, eles inventam que passarão um tempo fora, para ir para o espaço lutar contra uma horda alienígenas quando, na verdade, estão em um local secreto realizando suas fantasias. Você pode saber detalhes sobre o evento nas HQs clicando aqui.

Já na série, a Supersuruba é uma festinha informal que ocorre anualmente desde os anos 50. Nesse universo, o Herogasm foi criado pelo próprio Soldier Boy e por Liberdade, a antiga identidade da super Tempesta (Aya Cash). Você pode lembrar como a orgia acontece na série clicando aqui.

O pai do Capitão Pátria

Soldier Boy na série e Tempesta nas HQs de The Boys
Soldier Boy e Tempesta, os “pais” do Capitão Pátria

Uma das grandes surpresas da terceira temporada da série é que o Soldier Boy é pai do Capitão Pátria (Antony Starr). O sétimo episódio conta que o super doou seu esperma para a empresa, que armou uma emboscada para que ele fosse sequestrado pela Rússia ao receber matéria prima para um herói ainda mais forte.

No material original, o Capitão Pátria também tem uma espécie de pai poderoso, mas não é o Soldier Boy. As HQs revelam que a Vought tinha o costume de usar o DNA de alguns de seus supers para criar outros, e o material base para seu grande herói foi Tempesta, que nos quadrinhos é um homem.

Rainha Maeve informante dos Rapazes

Rinha Maeve conversa com Billy Bruto nas HQs e na série
A parceria entre Rainha Maeve e Billy Bruto

Nos quadrinhos, os Rapazes fazem uma inesperada parceria com a Rainha Maeve para derrubar os Sete. Unindo o ódio que ela sente do Capitão Pátria a um dossiê comprometedor, a equipe de Billy Bruto garantiu que ela se tornasse uma informante que chegou a grampear o prédio da Vought.

Na série, essa parceria se firma logo no início da terceira temporada. Interpretada por Dominique McElligott, ela fornece informações e Composto V temporário para Billy Bruto, que aproveita ambos para tentar matar o Capitão Pátria.

Black Noir

Black Noir de The Boys na série e nas HQs
Black Noir de The Boys na série e nas HQs

O Black Noir é, sem dúvidas, uma das maiores diferenças entre as versões de The Boys. Desde a primeira temporada ficou claro que a série faria alterações no personagem, que nas HQs é um clone do Capitão Pátria. Porém, a terceira revelou maiores detalhes sobre a nova origem do vigilante.

A produção finalmente explicou que Earving (Nathan Mitchell) era um membro do Revanche e foi um dos arquitetos do plano que causou a prisão do Soldier Boy. Porém, antes de ser levado pelos russos, o soldado descobriu o plano e agrediu o colega ao ponto de torná-lo desfigurado e incapaz de falar.

As diferenças continuam até sua morte, já que na série ele é assassinado pelo Capitão Pátria, que se sentiu traído pelo fato do companheiro não ter contado a ele a verdade sobre o fato do Soldier Boy ser seu pai. Nas HQs, é o Black Noir quem mata o Capitão Pátria pouco antes de ser assassinado por Billy Bruto.

Flatiron Building

Flatiron Building em The Boys
O QG dos rapazes no Flatiron Building

Após terem suas fichas limpas ao ajudar na derrota da Tempesta, os Rapazes começam a trabalhar legalmente para o governo. Com isso, eles passam a atuar em um escritório no Flatiron Building, um dos primeiros arranha-céus construídos da história de Nova Iorque. Essa mudança de ares presta referência direta às HQs, que sempre mostraram o time instalado no prédio histórico.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1