Phil Spencer diz que Amazon e Google são as verdadeiras concorrentes da Microsoft

Executivo acha que a Sony e a Nintendo não são mais a principal preocupação da empresa

Jefferson Sato Publicado por Jefferson Sato
Phil Spencer diz que Amazon e Google são as verdadeiras concorrentes da Microsoft

O chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, revelou que as diretrizes estratégicas da Microsoft estão mudando. Em uma entrevista para o Protocol, o executivo diz que a Sony e a Nintendo não são as verdadeiras concorrentes da empresa, mas sim a Amazon e a Google.

Segundo ele, as empresas do PlayStation e do Switch estão atrasadas em termos de tecnologia de nuvem, fazendo uma comparação com o Azure, serviço de nuvem da Microsoft. Por conta disso, as duas companhias não são mais as principais rivais da dona do Xbox:

Quando falamos de Nintendo e Sony, temos muito respeito por elas, mas vemos a Amazon e a Google como nossas principais concorrentes daqui para frente. Isso não é para desrespeitar a Nintendo e a Sony, mas essas empresas tradicionais de jogos estão meio que deslocadas. Acho que eles podem tentar recriar o Azure, mas investimos dezenas de bilhões de dólares na nuvem ao longo dos anos.

O executivo ainda afirma que a Microsoft estaria disposta a cooperar com a Nintendo e a Sony para ampliar o acesso a jogos entre as plataformas:

Não quero estar em uma guerra de formatos com estas duas enquanto a Amazon e a Google estão focadas em como levar jogos para 7 bilhões de pessoas ao redor do mundo. No fim, esta é a meta.

Apesar de a empresa estar prestes a lançar um novo console de mesa, o Xbox Series X, as declarações de Spencer novamente destacam o interesse da Microsoft em serviços na nuvem, no qual a empresa deve se focar cada vez mais no futuro, principalmente com a chegada do Project xCloud.

Enquanto isso, a Amazon já é uma das referências em serviços de nuvem, embora ainda não tenha nada voltado exclusivamente para jogos. A Google, apesar de já oferecer serviços neste mercado, deu seus primeiros passos no segmento de jogos na nuvem no fim do ano passado, com o lançamento conturbado do Stadia.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1