Netflix é processada na Coreia do Sul pelo aumento de consumo de rede com Round 6

Empresa de banda larga quer que streaming pague pelo crescimento do uso

Camila Sousa Publicado por Camila Sousa
Netflix é processada na Coreia do Sul pelo aumento de consumo de rede com Round 6

De acordo com a Reuters, a empresa de banda larga SK Broadband está processando a Netflix na Coreia do Sul, pelo aumento de consumo de rede com a estreia de Round 6.

A empresa afirma que o aumento repentino do tráfego de rede gerou novos custos para disponibilizar o serviço e também para a manutenção.

O processo acontece pouco tempo após um tribunal de Seul afirmar que a Netflix deveria dar alguma compensação aos provedores de internet, por conta do alto uso de rede. Já a empresa de streaming afirma que seu trabalho é de produzir conteúdo e deixá-lo acessível para o público. Apesar disso, a plataforma divulgou um comunicado afirmando que vai buscar o diálogo com a SK Broadband para resolver a questão.

A Reuters afirma que a Netflix é atualmente a segunda maior geradora de tráfego de dados na Coreia do Sul, atrás apenas do YouTube, que é do Google. Estas duas empresas não pagam taxas de uso de redes, mas a prática é comum no país, já que provedores de conteúdo como Amazon, Apple e Facebook são cobrados.

O site ressalta que a Netflix paga uma taxa ao provedor Comcast Corp. nos EUA, para ter uma velocidade maior de streaming no país.

Mais notícias