Neil Gaiman explica mudanças na série de Sandman para a Netflix

Autor falou sobre a produção durante o DC FanDome

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Neil Gaiman explica mudanças na série de Sandman para a Netflix

Neil Gaiman falou sobre a adaptação de Sandman para a Netflix em um painel do título durante o DC FanDome.

Para o autor, a série se trata de uma “adaptação um pouco diferente, mas ainda fiel” ao conteúdo original. Ele explicou que o início da produção começa da mesma maneira que a HQ, com Morpheus preso em 1916. A diferença, então, acontece quando o personagem consegue se libertar nos dias de hoje, e não em 1988, como na história original.

Com a mudança, Gaiman afirmou ter conseguido mais liberdade para criar e desenvolver questões mais atuais, como diversidade e gênero.

Quanto à produção da série, o escritor explicou que o desenvolvimento foi interrompido pela pandemia de COVID-19, o novo coronavírus, mas isso ajudou o roteiro a ficar “quase perfeito”.

A HQ de Sandman começou a ser publicada em 1988 pela DC/Vertigo, e a trama gira em torno de Morfeu, o senhor do Sonhar, a manifestação antropomórfica dos sonhos. A história mostra também mostra os irmãos dele, os Perpétuos: Destino, Morte, Destruição, Desespero, Desejo e Delírio.

A série de Sandman terá onze episódios, mas ainda não tem previsão de estreia.

O DC FanDome acontece neste sábado (22) e conta com muitos painéis com novidades dos lançamentos da DC, como Mulher-Maravilha 1984, Snyder Cut de Liga da Justiça, O Esquadrão Suicida, The Batman e muito mais! Confira tudo que rolou no evento aqui.