Game of Thrones | Estudantes de escola técnica criam algoritmo para prever quem vai morrer

Fórmula usa técnicas de Inferência Bayesiana

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Game of Thrones | Estudantes de escola técnica criam algoritmo para prever quem vai morrer

Game of Thrones (e os livros da série As Crônicas de Gelo e Fogo) ficou conhecida pela enorme taxa de morte de seus (muitos) personagens.

Com a chegada da oitava e última temporada da série, estudantes da escola técnica de Munique, na Alemanha, criaram um algoritmo para tentarem prever quem vai morrer na reta final da trama.

Para isso, os integrantes do projeto baixaram dados dos mais de 2 mil personagens presentes na série e nos livros, e usando técnicas de Inferência Bayesiana, analisaram quais são aqueles que tem mais chance de sobreviver, e aqueles que devem morrer muito em breve.

As técnicas de Inferência Bayesiana avaliam hipóteses pela máxima verossimilhança, e são usadas, por exemplo, para determinar os possíveis efeitos de quimioterapia em pacientes com câncer.

A fórmula leva em conta fatores que podem alterar o resultado final de uma situação hipotética. No caso do algoritmo de Game of Thrones, elementos como a Casa que os personagens pertencem, gênero, títulos, protagonismo na trama principal, casamentos e alianças são levados em conta para se determinar o resultado final.

A partir disso, eles determinaram que os personagens com mais chance de morrer são Bronn (93,5% de chance), o Montanha (80,3%), Sansa (73%), Arya (57,8%) e o Cão de Caça (47,5%).

Já aqueles que tem menos chance de acabarem sucumbindo ao jogo dos tronos: Daenerys (0,9%), Tyrion (2,5%), Varys (3,2%), Sam (3,3%) e Jaime (4%).

Os dados completos podem ser vistos no site do projeto.

A oitava temporada de Game of Thrones estreia na HBO em 14 de abril, 22h.