Jovem Nerd

NerdBunker

Supergirl | Conversamos com David Harewood, o Caçador de Marte

Ator contou mais sobre o personagem que ele interpreta, relacionamento com fãs e sobre ser fã

Estivemos no set de Supergirl em Vancouver, no Canadá, a convite da Warner Channel para conhecer um pouco dos bastidores da série. Na ocasião, tivemos oportunidade de conversar com David Harewood, o Caçador de Marte, em uma mesa redonda junto com outros jornalistas da América Latina.

O ator contou mais sobre o personagem que ele interpreta, relacionamento com fãs e também como se tornou fã de Jensen Ackles e Jared Padalecki, protagonistas de Supernatural.

O que podemos esperar de Hank na segunda temporada?

David Harewood: Bem, como vocês podem ver pela minha roupa, veremos Hank começando a explorar a si mesmo um pouco mais, explorando a própria personalidade e sua individualidade. O que mais gostamos nessa segunda temporada até agora é que cada um dos personagens parece ter uma vida fora do D.E.O., que não é algo que vimos na última temporada, então é legal poder viver essas coisas a mais e explorar mais as roupas e tentar definir Hank além de sua identidade no D.E.O. Tem sido divertido e animador, espero que isso continue…

O que é interessante e divertido em se viver esse personagem?

David: Ele é um personagem muito conhecido e amado, eu não sabia o quando as pessoas amavam ele, e então eu sinto que eu tenho que representar ele de forma certa.

Quando você tem de viver um personagem que existe na mitologia da DC, você sente que precisa respeitar os fãs e eu tenho a responsabilidade de interpretar ele da forma mais humilde, humana e profunda. Nos quadrinhos ele é um personagem muito bonito, o jeito que ele entende a natureza humana, o jeito que ele entende a vida. E sendo o último de sua espécie, ele tem uma perspectiva sobre como a vida é bonita.

O quanto você se enxerga no personagem?

David: Bastante, eu acho. Ele tem duas filhas, eu tenho duas filhas; ele sente falta delas, eu sinto falta das minhas, que estão em Londres, então eu fico muito tempo sozinho. Então eu uso muito dessa sensação de isolamento e de perda, eu tento usar elas na forma que eu enxergo o personagem, pode não ser muito, mas pode ser uma chave para abrir meu coração e eu me sentir isolado, então posso usar muito de mim nele.

spg_latampress_0580

Você prefere Hank em sua forma humana ou em sua forma do Caçador de Marte?

David: Eu amo interpretar sua forma humana, mas eu acho que existe uma emoção a mais nos fãs quando eles veem o cara grandão e verde, o que é ótimo. Bem, como ator ele significa um afastamento de mim, já que nessa hora os caras dos efeitos visuais assumem o controle, mas ainda é legal viver ele e ser parte disso tudo.

Eu tento incorporar a forma humana dele para causar uma reação de “esse é um personagem completamente diferente” nas pessoas e aí eu deixo os efeitos visuais fazerem seu trabalho. E o visual dele é maravilhoso, eu fico com ciúmes quando vejo dublês usando o meu uniforme, é como se você estivesse vendo alguém sair com a sua esposa, você não quer ver isso. É um pouco frustrante ver outras pessoas naquele uniforme, mas aí tenho de deixar elas seguirem a vida, eu tenho mais o que fazer…

Nós teremos um episódio musical, você vai cantar nele?

David: Eu acho que sim, eu não sei muito sobre isso. Eu estou ao lado de Melissa [Benoist] e outros cantores maravilhosos, então eu não sei se vou cantar muito nesse episódio já que temos outros melhores do que eu…

Como você descreveria a sua relação com Kara e Alex? É uma relação de pai e filhas?

David: Bem, eu acho que sim. Ele foi incumbido de proteger essas duas meninas, eu não sei se foi intencional, mas as pessoas começaram a enxergar ele como uma figura paterna e os roteiros foram sendo direcionados para isso. Isso é muito doce, imaginar como alguém como ele tendo esse grande carinho por elas. Como eu disse, veremos mais de sua identidade e agora ele vai ter um interesse romântico e essa é a oportunidade dele ser mais quem ele realmente é – e isso deve ser frustrante para ele, apesar dele ser uma figura paterna, elas ainda não são filhas dele e isso não deve ser o suficiente. Espero que isso seja superado, é incrível ter essa relação, mas às vezes ele poderia ter mais.

Como foi trabalhar com Lynda Carter?

David: Foi um dia maravilhoso, ela é um ícone! Eu estava meio nervoso, meio risonho. Eu cresci assistindo ela, é uma oportunidade única estar na frente de um ícone como ela. Ela é carismática e muito generosa, foi demais trabalhar com ela.

Eu tinha um pôster da Mulher-Maravilha dela na minha parede. Ela era uma figura presente na minha casa. Conhecer ela foi incrível, é algo que vou levar para a vida.

spg_latampress_0574

O que você pode falar sobre a dinâmica de Hank e do Superman?

David: É um pouco tenso, não vou contar o porquê, mas eles têm um conflito que ainda será resolvido. Então vocês verão um pouco de antagonismo entre eles. É legal ver no Twitter como os fãs dizem que o Caçador de Marte chutaria a bunda do Superman. Para mim, atuar ao lado do Superman é bem legal. Eu já fiz Rei Lear e outras coisas de Shakespeare e teatro clássico e isso é completamente diferente. Foi muito divertido de fazer, de estar ao lado de alguém usando aquele “S” no peito.

Nós veremos mais cenas no seu planeta natal?

David: Eu acho que continuaremos com os flashbacks, eu gosto muito do arco dramático desse ano, ele é muito animador por várias razões. Mas eu estou ansioso para ver a reação dos fãs com algumas coisas que estão por vir, eu acho que eles vão gostar muito…

Você mencionou os fãs, mas você é um fã de algo ou alguém?

David: Eu não diria que eu seria um fã voraz. Eu sou um fã? Minhas filhas estão assistindo Supernatural, temporada atrás de temporada. E eles trabalham aqui no The CW, então eu perguntei para o pessoal de relações públicas se elas poderiam conhecer os meninos e visitar o set e eles deixaram e nós fomos. Elas assistiram todos os episódios e puderam conhecer os dois, Jensen [Ackles] e Jared [Padalecki], e eles são fantásticos e foram muito receptivos, deixaram elas assistirem a uma cena, sentarem no carro. Eu virei fã deles naquele dia, você como ator não precisa fazer algo assim, mas eles foram muito receptivos e me tornei fã deles.

Você já teve algum encontro memorável com os fãs?

David: Um encontro memorável? Não com um fã dessa série.

Um dia eu estava num restaurante fast food bem conhecido e uma senhora negra chega e me diz “muito obrigada” e eu perguntei “por que?” e ela disse que o filho dela sofria bullying por ser o único negro da classe e viu uma peça minha e começou a estudar e inglês e se apaixonou pela literatura e iria para a universidade estudar literatura inglesa. Esse foi um momento legal.


Os episódios Crossover de Supergirl, Flash, Arrow e DC’s Legends of Tomorrow vão ao ar na Warner Channel a partir de hoje, dia 14 de dezembro, às 22h30 com o episódio “Medusa” em Supergirl.

Na quinta, dia 15 de dezembro, “Invasion!” – Parte 1 vai ao ar a partir das 21h40 em Flash. Logo depois, às 22h30 o centésimo episódio de Arrow será “Invasion!” – Parte 2. E fechando o crossover, DC’s Legends of Tomorrow chega às 23h20 com  “Invasion!” – Parte 3.

No domingo, dia 18 de dezembro, a Warner Channel vai reexibir as três partes de “Invasion!” a partir das 22h30.

Lista de atalhos

Acesso rápido

Controles do player