Cofundador da Oculus deixa a empresa

Antes de fundar a Oculus, ele chefiava a Gaikai, empresa que posteriormente criou o PlayStation Now

João Abbade Publicado por João Abbade
Cofundador da Oculus deixa a empresa

O cofundador da Oculus, Brendan Iribe deixou o Facebook e consequentemente a empresa de sua criação nesta última segunda-feira (22). O anúncio foi feito através de uma publicação no seu perfil pessoal, onde ele diz que foram seis anos de muitas conquistas, mas que chegou a hora de “recarregar as energias, refletir e ser criativo”.

Apesar dos fundadores da companhia, Palmer Luckey e Iribe, terem deixado a empresa, o Facebook nega que irá encerrar o desenvolvimento de uma segunda versão do Oculus Rift.

A dupla criou a empresa Oculus em 2012 e Iribe atuou como CEO desde o início do produto no Kickstarter. A start-up foi comprada pelo Facebook em 2014, mas foi só em 2016 que o fundador foi afastado do cargo de chefia. Na época, o Facebook optou por deixar a start-up mais próxima da parte central da rede social, colocando Hugo Barra como o chefe de VR e AR na empresa e Iribe como chefe do VR para computadores.

Nate Mitchell, que também esteve na criação da Oculus, vai chefiar o departamento a partir de agora.

Nenhuma das duas partes quis explicitar isso, mas o TechCrunch publicou uma reportagem indicando que a saída não foi tão amigável assim. O site alega que, recentemente, o Facebook influenciou no desenvolvimento do Oculus Rift focado para computadores — começando a dar mais destaque para as versões móveis do aparelho — e isso deixou Iribe insatisfeito.

O Facebook está em uma onda de demissões de funcionários antigos e importantes. Mais recentemente, os cofundadores do Instagram, Kevin Systorm e Mike Krieger, deixaram a companhia. O fundador do WhatsApp, Jan Koim, também saiu da empresa em abril.

Antes de fundar a Oculus, Iribe era o chefe de produtos da Gaikai, uma empresa especializada em transmissão de jogos na nuvem que foi comprada pela Sony por US$ 380 milhões. A empresa posteriormente desenvolveu o serviço de streaming de jogos PlayStation Now.