Bryan Singer arremessou objeto em Rami Malek durante gravações de cinebiografia do Queen

Malek e outros atores reclamaram da falta de profissionalismo do diretor

João Abbade Publicado por João Abbade
Bryan Singer arremessou objeto em Rami Malek durante gravações de cinebiografia do Queen

Com a demissão de Bryan Singer de Bohemian Rhapsody, diversas reportagens começaram a surgir revelando o caótico ambiente que era os bastidores do longa. De acordo com o THR, o diretor do filme e o interprete de Freddie Mercury (Rami Malek) se desentendiam constantemente. O clima no set ficou tão pesado que Tom Hollander — que interpreta o empresário do Queen — chegou a pedir demissão devido ao comportamento do diretor.

Antes de ser desligado da produção, Singer desaparecia da produção por alguns dias sem avisar previamente, o que gerou atrasos e conturbações em vários setores.

Malek reclamou de Singer aos produtores diversas vezes — alegando que faltava profissionalismo no diretor conhecido pela franquia X-Men. Um representante do sindicato dos diretores teve que ficar supervisionando o set de filmagens pois a tensão estava crescendo. Outras fontes dizem que, antes mesmo do sumiço de Singer, a Fox já estudava demiti-lo e trazer outro diretor para o projeto.

Os sumiços de Singer estavam se tornando rotineiros, o que fez com que o diretor de fotografia do longa, Newton Thomas Sigel assumisse algumas filmagens por completo.

A reportagem conta que o confronto entre Malek e Singer chegou a tal ponto que o diretor arremessou objetos. A matéria não especifica o objeto, mas diz que a “briga” não chegou a ir para o lado físico.

Bryan Singer não retornou ao set depois da pausa para o dia de ação de graças. O diretor disse que se ausentou para cuidar da saúde dos seus pais e também da sua. De acordo com fontes, Singer está sofrendo com tensões pós-traumáticas após essa experiência catastrófica com a cinebiografia.

O diretor respondeu a reportagem com a seguinte declaração:

Os rumores de que minha saída inesperada do filme foi provocada por uma disputa que tive com Rami Malek não são verdade. Enquanto, às vezes, tivemos diferenças criativas no set, Rami e eu colocamos essas diferenças a parte e continuamos trabalhando juntos no filme até antes do Dia de Ação de Graças.
Eu não queria nada além de poder terminar esse projeto e ajudar a honrar o legado do Freddie Mercury e do Queen, mas a Fox não me permitiu porque eu precisei, temporariamente, colocar minha saúde e a de pessoas que amo, em primeiro lugar.
Bohemian Rhapsody era um projeto dos meus sonhos. Faltando umas três semanas pra acabar as filmagens, eu tive que pedir à Fox uma folga pra poder voltar a Los Angeles e cuidar dos problemas de saúde urgentes de um dos meus pais. Foi uma experiência muito pesada e  acabou refletindo na minha saúde também. Infelizmente, o estúdio não quis aceitar esse pedido e encerrou minha participação no longa. Não foi minha decisão e isso esteve fora do meu controle

A produção ainda tem mais duas semanas de filmagens agendadas e um substituto para Singer ainda não foi anunciado.

Bohemian Rhapsody tem previsão de estreia em 25 de dezembro de 2018.