Vingadores: Guerra Infinita | Cena do final do filme originalmente seria bem mais sombria

Uma metáfora para as atrocidades de Thanos

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Vingadores: Guerra Infinita | Cena do final do filme originalmente seria bem mais sombria

Em Vingadores: Guerra Infinita, após Thanos estalar seus dedos com a Manopla do Infinito, nós vemos o Titã Louco se encontrando com a pequena Gamora dentro da Joia da Alma.

De acordo com o /Film, que conversou com a equipe da Digital Domain, uma das empresas que cuidou dos efeitos visuais do longa, originalmente essa cena seria bem mais sombria, e mostraria o vilão caminhando por um rio de sangue, uma metáfora para todas as vidas que ele tirou ao usar os poderes da Manopla. Uma justificativa para a mudança na versão final não foi dada.

Vingadores: Guerra Infinita uniu os heróis de todos os filmes do Universo Cinematográfico Marvel até o momento, como Homem-Aranha, os Guardiões da Galáxia, Doutor Estranho e os próprios Vingadores. A trama mostrou o vilão Thanos juntando as Joias do Infinito para aniquilar metade do universo, assim resolvendo o problema de abastecimento de comida e recursos.

O Titã contou com a ajuda do seus fies lacaios, que iam atrás das joias enquanto Thanos resolvia outros problemas. A Ordem Negra do vilão já teve várias formações nos quadrinhos. No filme ela foi formada por Corvus Glaive, Fauce do Ébano, Proxima Meia-Noite e Cull Obsidian.

Vingadores: Guerra Infinita se tornou a quinta maior bilheteria da história. A continuação, Vingadores 4, estreia em maio de 2019.