Venom | Diretor comenta sobre o furo de roteiro do filme

Ruben Fleischer admitiu o vacilo

Marina Val Publicado por Marina Val
Venom | Diretor comenta sobre o furo de roteiro do filme

Venom estreou nos cinemas há poucos dias, mas trouxe um furo de roteiro bem notável para a maioria dos espectadores.

[ATENÇÃO: SPOILERS DE VENOM!]

Em uma das cenas iniciais, o simbionte Riot possui várias pessoas em sequência para se afastar do local da queda da nave espacial, até que possui uma senhorinha em pânico. Em entrevista ao Gamespot, Ruben Fleischer, diretor do longa, explicou o pensamento por trás disso:

Nossa ideia foi que o Riot estava usando a força vital de quem quer que seja que ele pegava, e então ele saltava do barco quando ele consumia a pessoa e achava um novo hospedeiro para levá-lo adiante na jornada.

Entretanto, há um salto temporal de seis meses no filme e o vilão permanece na mesma senhora idosa durante todo esse tempo. Algo que não faria sentido, considerando que ela é um hospedeiro não compatível. Fleischer admitiu que isso foi uma escorregada:

Esse é um dos nossos poucos — espero — furos de lógica. Mas nós tínhamos que fazer essa passagem de tempo para mostrar a queda de Eddie, e essa foi a única coisa que não se encaixou. Mas eu gosto de pensar que essa senhora estava viajando e matando por toda a Malásia, e ela estava se divertindo só arremessando espinhos em pessoas diferentes na Malásia.

A história do filme se inspira em duas HQs do vilão: Venom: Protetor Letal e Planeta dos Simbiontes. Ambas as obras mostram a relação de Eddie Brock com o simbionte atrelado ao seu corpo e também exploram as formas como o alienígena influenciam o ser humano. Em Protetor Letal o jornalista se muda para São Francisco após um acordo com Peter Parker. Já em Planeta dos Simbiontes o herói e o vilão se unem para derrotar um exército de simbiontes.

Venom está em cartaz nos cinemas brasileiros. Confira a nossa crítica e o nosso vídeo de impressões.