Telescópio Hubble detecta a estrela mais distante já vista no universo

Batizada de Earendel, sua luz levou 12,9 bilhões de anos para chegar à Terra

Vítor Heringer Publicado por Vítor Heringer

A NASA anunciou que o telescópio espacial Hubble, com seus quase 32 anos de existência, localizou a estrela mais distante já vista na história.

Segundo um comunicado da agência dos EUA, a estrela existiu nos primeiros bilhões de vida do universo após o Big Bang e sua luz levou 12,9 bilhões de anos para chegar à Terra.

O astrônomo Brian Welch, da Universidade Johns Hopkins, autor do artigo da descoberta, batizou a estrela de Earendel, que significa “estrela da manhã” em inglês antigo.

Além disso, o cientista explicou brevemente como foi o processo para registrar um recorde na astronomia.

“Normalmente a essas distâncias, galáxias inteiras parecem pequenas manchas, com a luz de milhões de estrelas se misturando. A galáxia que hospeda esta estrela foi ampliada e distorcida por lentes gravitacionais em um processo que chamamos de Arco do Nascer do Sol.”

Segundo Welch, a descoberta permitirá que os astrônomos vejam como tudo começou no universo. “Estudar Earendel será uma janela para uma era do universo com a qual não estamos familiarizados, mas que levou a tudo o que sabemos“, disse.

Vale lembrar que a NASA lançou um novo telescópio espacial que promete revolucionar o estudo do Universo, chamado James Webb. A montagem principal do dispositivo foi concluída em janeiro deste ano.

O novo telescópio será responsável por acompanhar a estrela recém-descoberta. “Nós iremos o mais longe que pudermos. Eu adoraria ver Webb quebrar o recorde de distância de Earendel“, finaliza Welch.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1