Telas ecologicamente flexíveis

A HP declarou que está desenvolvendo telas OLED flexíveis o suficiente para serem enroladas. As telas são feitas de Mylar, um tipo de plástico, finas como uma folha de papel, mas possuem capacidade para mostras imagens e cores. O chefe de tecnologia da HP, Phil McKinney, foi quem demonstrou tal tecnologia à imprensa, durante um […]

Thiago Moskito Publicado por Thiago Moskito
Telas ecologicamente flexíveis

A HP declarou que está desenvolvendo telas OLED flexíveis o suficiente para serem enroladas. As telas são feitas de Mylar, um tipo de plástico, finas como uma folha de papel, mas possuem capacidade para mostras imagens e cores.

O chefe de tecnologia da HP, Phil McKinney, foi quem demonstrou tal tecnologia à imprensa, durante um evento em Barcelona. A telas são “impressas” na base plástica, e sua atualização é rápida o suficiente para exibir filmes, e necessita de energia elétrica somente quando é preciso alterar a imagem a ser exibida, com isso consomem menos energia. Além disso a sua fabricação consome 90% menos recursos que uma tela LCD.

O foco da HP é usar dessa idéia para criar dispositivos portáteis com telas ultra-finas e design inovador (como o laptop do artigo que publiquei anteriormente), coisas impossíveis de conseguir com os LCDs tradicionais. Mesmo que flexíveis, as telas ainda não estão completamente adaptadas para serem enroladas e densenroladas mais que seis vezes (veja este artigo).

A previsão é de que os primeiros produtos a utilizarem a tecnologia cheguem ao mercado em 2012, no finzinho do mundo, e comecem a ser produzidos em larga escala daqui a cerca de três anos. As idéias de uso são ambiciosas: além de leitores coloridos para e-books (o uso mais imediato), McKinney imagina, por exemplo, telas integradas ao papel de parede.

Fonte: hardware.info


Thiago Moskito
Thiago Moskito quer um que caiba no bolso.

.

Mais notícias