Saiba tudo sobre o filme brasileiro do Jaspion!

A ideia para produzir conteúdo da franquia Jaspion no Brasil começou em 1990, na época da Manchete

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Saiba tudo sobre o filme brasileiro do Jaspion!

Na última quarta-feira (21), a Sato Company pegou os nerds de surpresa ao anunciar um filme brasileiro do Jaspion. Tivemos a oportunidade de conversar com Nelson Sato, CEO da empresa, sobre o projeto e o futuro da franquia.

Sato revelou que a ideia de uma versão brasileira do Jaspion surgiu em 1990, quando Jayme Monjardim, na época diretor artístico da Rede Manchete, pensou em produzir uma série do personagem. O projeto acabou sendo engavetado por conta do sucesso da novela Pantanal, que estava rendendo uma enorme audiência para o canal. “Lá atrás já tinha surgido essa formiguinha na gente”, explica Sato.

A ideia ressurgiu há cerca de um ano e o executivo entrou em contato com a Toei, a empresa que detém os direitos do Jaspion: “Nós conversamos, fomos trabalhando esse projeto e então tivemos a honra e a permissão para realizarmos essa produção aqui no Brasil”, conta.

Por enquanto, detalhes de roteiro não foram definidos e não sabemos se o longa seguirá a mitologia original do personagem ou se trará adaptações feitas especialmente para o guerreiro se aproximar mais da cultura brasileira. Segundo Sato, a Toei está dando total liberdade para a empresa: “Nós podemos continuar a história do original de onde ela parou, mas também podemos criar algo novo, agora vamos fazer estudos sobre isso.”

Até o momento, a Sato Company não definiu nomes que estarão envolvidos na equipe criativa, mas avisa que algumas pessoas já se mostraram interessadas. O executivo diz que o desafio será grande:

Não existe muita gente especializada no Brasil nesse nicho de sci-fi e fantasia. É um desafio gigante, mas também é uma oportunidade. Nosso país é conhecido por produzir muitas comédias românticas, mas pouca coisa na área de ficção, então vemos esse desafio com bons olhos.

“A gente não quer parar no primeiro”

Sato demonstra uma grande animação para o futuro, deixando claro que espera que o longa seja o primeiro de muitos. Ele também conta que a ideia de uma série de TV já está na mira da empresa, mas não entra em detalhes disso. “É algo ousado”, diz.

O executivo também está ciente da preocupação dos fãs com a nova versão:

O original é sempre o original, né? Ninguém nunca vai tirar essa posição desse produto. Jaspion sempre vai ser Jaspion. A nossa ideia é homenagear. Apesar do Brasil não ter nenhum histórico de fazer alguma coisa boa dentro da ficção científica, eu vejo o nosso projeto como uma oportunidade. É claro que teremos muitos obstáculos pela frente — eu vou precisar de muita paciência dos fãs para que a gente possa tentar fazer um bom produto. Mas claro, como um primeiro, nós podemos falhar e não agradar como queremos. Mas, como eu disse, a ideia é não parar nesse primeiro.

A Sato Company pretende anunciar o elenco e o resto da equipe criativa em agosto, no aniversário de 110 anos da imigração japonesa no Brasil. As filmagens devem acontecer no segundo semestre a intenção é que o lançamento aconteça em 2019.

A versão original de Jaspion foi exibida originalmente entre 1985 e 1986. O programa foi transmitido no Brasil pela Rede Manchete, sendo um sucesso de público e cativando toda uma geração de nerds.