Neil Gaiman indica que personagens de Sandman devem sofrer mudanças na série da Netflix

Segundo o autor, é necessário pensar como se a história tivesse sido criada em 2020

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Neil Gaiman indica que personagens de Sandman devem sofrer mudanças na série da Netflix

Sandman vai ganhar uma série na Netflix e, segundo Neil Gaiman, o criador da HQ na qual a produção é baseada, alguns personagens podem aparecer diferente do que foi imaginado há anos, quando os quadrinhos foram escritos.

Segundo informações do Comicbook, a história será atualizada para o século XXI para a adaptação da plataforma de streaming, diferente de como é o audiolivro de Sandman, que será lançado no próximo dia 15 de julho, que será fiel à HQ original, começando em 1989 – saiba mais aqui.

A ideia [do audiolivro] é a de contar tudo. Mas, nós também queremos conseguir fazer algo que eu acho ser meio que especial, que é tratar isso como um audiolivro, porque enquanto fazemos a série da Netflix, olhamos para aquilo e pensamos ‘Certo, é 2020, digamos que eu esteja fazendo Sandman começando em 2020, o que nós faríamos? Como mudaríamos as coisas? Que gênero esse personagem teria? Quem essa pessoa seria? O que estaria acontecendo?

Mudar o gênero de personagens tem se tornado cada vez mais comum em adaptações de quadrinhos, como no caso de The Boys e também de The Walking Dead.

Gaiman revelou também que há décadas tenta produzir um live-action de Sandman, mas sentiu que apenas agora é possível adaptar de maneira que faça justiça à obra.

Pessoas tentaram fazer alguns filmes e adaptações para a TV por trinta anos, e tentaram ativamente produzi-los por 25 anos, mas nunca funcionaram […]  E nunca funcionou por causa de todos os efeitos especiais e do que seria necessário para fazer esses efeitos especiais. Eles nunca funcionaram porque você estava fazendo algo adulto. As pessoas escreviam roteiros de filmes de Sandman e diziam: ‘Mas é um filme com classificação para maiores de 18 anos e não podemos ter filmes com essa classificação custando U$ 100 milhões’.

A HQ de Sandman começou a ser publicada em 1988 pela DC/Vertigo, e a trama gira em torno de Morfeu, o senhor do Sonhar, a manifestação antropomórfica dos sonhos. A história mostra também mostra os irmãos dele, os Perpétuos: Destino, Morte, Destruição, Desespero, Desejo e Delírio.

A série de Sandman terá onze episódios, mas ainda não tem previsão de estreia.

Mais notícias