Mad Max: Estrada da Fúria quase não teve o capanga tocando guitarra

Primeiras reações a ele foram negativas

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Mad Max: Estrada da Fúria quase não teve o capanga tocando guitarra

Muitas novas informações sobre Mad Max: Estrada da Fúria estão aparecendo internet afora em comemoração aos cinco anos do filme, e uma das entrevistas revela que uma das cenas mais memoráveis do longa quase foi cortada da versão final.

Segundo matéria publicada no The New York Times, o Doof Warrior, aquele personagem que aparece tocando guitarra na frente do carro em movimento, quase foi cortado do filme pela Warner Bros., após a sequência ter recebido críticas.

Quando foi mostrada em uma sessão de testes, a cena ainda não tinha a música final, e o riff de guitarra usado temporariamente acabou irritando os espectadores.

Aqui está algo preocupante: WB queria cortar o Doof Warrior de Estrada da Fúria! 
“O Doof Warrior foi bem mal nos testes no começo,” Miller me contou. “A música era temporária, e toda vez que [ele] tocava na sessão de teste, era o mesmo riff, então era irritante”.

Algumas pessoas do estúdio disseram, “Oh, precisamos cortar o Doof Warrior.” Eu disse, “Não não, ainda é muito cedo para pensar nisso”. Depois que a trilha de Junkie XL foi colocada na cena, os instintos de Miller se provaram corretos: “Ele se tornou um dos personagens mais populares do filme”.

Outro detalhe interessante é que a guitarra do personagem realmente funcionava. Composta por 60 partes que se moviam, o instrumento soltava fogo de verdade mas não havia sido feito para emitir sons — a função não foi planejada, e só foi adicionada depois que já estava pronto.

O vídeo abaixo mostra uma apresentação inspirada no filme:

Mad Max: Estrada da Fúria foi lançado em 2015. George Miller, diretor do original, está trabalhando em um prelúdio para Furiosa, personagem interpretada por Charlize Theron no longa — saiba mais.

Mais notícias