“Há uma Twilight Zone entre nós, agora mais do que nunca”, diz Morena Baccarin

Conversamos com a atriz que estrela o episódio "Manutenção", da nova temporada

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico

A segunda temporada de The Twilight Zonestreou na última semana e conta com Morena Baccarin no elenco, conhecida por seus papéis em Deadpool, Homeland, Gotham, entre outros títulos. Agora, a brasileira radicada nos Estados Unidos, estrela o segundo episódio do novo ano, intitulado “Manutenção”.

O NerdBunker participou de uma mesa redonda à convite do Amazon Prime Video e conversou com a atriz sobre o seu novo trabalho.

Refazendo o clássico

A série é uma versão atualizada de Além da imaginação, clássico dos anos 1950 e, agora, apresentado e produzido por Jordan Peele, de quem a atriz se revelou uma grande admiradora: “Sou uma grande fã do trabalho dele e, quando fui chamada, fiquei bastante feliz com a possibilidade. Ele fez um ótimo trabalho com a produção”.

No episódio, Baccarin vive Michelle, uma funcionária de um hotel que, depois de muito se dedicar ao trabalho, é promovida à gerência do local. Tudo parece muito normal, até que um acontecimento bizarro deixa todos da cidade em transe, menos Michelle, que começa a questionar a sua própria realidade:

Achei fascinante a ideia de que alguém pode estar feliz, começando algo novo em sua vida, ser bem sucedida, e então, o mundo começa a desmoronar e a mostrar a sua realidade. E a realidade da minha personagem não é a verdadeira.

A atriz também revelou se identificar com Michelle. “Eu me sinto bastante parecida com ela porque ela é uma mulher bastante ambiciosa e que deseja alcançar o sucesso e fazer o certo quanto ao seu trabalho. Me identifico com esses aspectos.”

Serinda Swan e Morena Baccarin em cena de “Manutenção”, em The Twillight Zone

Sobre o sucesso da série, Baccarin acredita que exista uma ligação com a maneira como a produção mostra problemas reais em diferentes universos. “São pequenos filmes, antologias sobre a vida, com universos alternativos e diferentes personagens. São maneiras variadas de provar o mesmo argumento.”

São várias lições que podemos encontrar nas entrelinhas. [No caso do episódio ‘Manutenção’] É sobre quem somos, quem somos para nós mesmos, qual o nosso senso de identidade. Há uma jornada interna da personagem.

O novo ano da série chega justamente durante a pandemia de COVID-19, o novo coronavírus, o que a atriz categoriza como a “Twilight Zone que vivemos”, em referência ao discurso feito pelo narrador da série durante a vinheta de abertura, no qual diz que a “twilight zone” é uma outra dimensão da mente, onde tudo pode acontecer.

Estamos todos isolados no momento e claro que teremos diversos filmes e séries sobre isso. Mas, e se for tudo da nossa imaginação? E se acordarmos e nada realmente aconteceu? E se você pudesse realmente se divertir com as ideias e os conceitos que enfrentamos hoje? Quer dizer, acho que acho que o mundo de alguma forma é sempre uma ‘twilight zone’. […] Quando você começa a pensar sobre conceitos, como outras galáxias, você pensa: ‘Podemos realmente ser os únicos seres lá fora?’, Há uma ‘twilight zone’ entre nós. Mas, agora mais do que nunca.

As duas primeiras temporada de The Twilight Zone estão disponíveis no Amazon Prime Vídeo.