Gina Carano, a Cara Dune de The Mandalorian, é demitida da Lucasfilm

Atriz usou as redes sociais para fazer publicações ofensivas

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Gina Carano, a Cara Dune de The Mandalorian, é demitida da Lucasfilm

Gina Carano, a Cara Dune de The Mandalorian, foi desligada da série na noite da última quarta-feira (10), depois de usar as redes sociais para comparar a perseguição do povo judeu na época da Alemanha nazista às críticas feitas ao partido republicano dos Estados Unidos.

Em um comunicado emitido pela Lucasfilm, as declarações da atriz são chamadas de “abomináveis e inaceitáveis”. “Gina Carano não é empregada atualmente pela Lucasfilm e não há planos para ela ser no futuro”, diz a nota.

Antes do anúncio de desligamento de Carano, era esperado que a personagem Cara Dune voltasse ao universo de Star Wars na série Rangers of the New Republic, nova produção do Disney+ que se passa na mesma linha temporal de The Mandalorian.

A agência UTA, representante da atriz, também anunciou não ser mais responsável por sua carreira.

A hashtag #FireGinaCarano (algo como, “demita Gina Carano”, em tradução livre para o português), entrou para os assuntos mais comentados das redes sociais depois da postagem feita pela atriz. A publicação já foi excluída, mas diversos usuários tiraram foto da tela e compartilharam, pedindo sua demissão de qualquer produção de Star Wars.

Esta não é a primeira vez que Carano se envolveu em polêmicas: em novembro de 2020, ela publicou tweets zombando sobre o uso de máscaras durante a pandemia de coronavírus, além de sugerir que houve fraude durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos. As informações são do The Hollywood Reporter.

The Mandalorian se passa cinco anos após os eventos de Star Wars: O Retorno de Jedi e conta a história de um caçador de recompensas. As duas temporadas estão disponíveis no Disney+.

Mais notícias