Game of Thrones | Showrunner revela que Cersei executou Ser Pounce, o gatinho de Tommen

E provou ser a personagem mais sem coração da série

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Game of Thrones | Showrunner revela que Cersei executou Ser Pounce, o gatinho de Tommen

Game of Thrones é conhecido por matar do jeito mais cruel aqueles personagens que mais amamos. Mas prepare-se para descobrir que o ato mais cruel e desumano de Cersei Lannister era tão pesado a ponto dos roteiristas não colocarem na série.

Em entrevista para a Entertainment Weekly, o showrunner David Benioff revelou que, depois de Tommen se suicidar por causa da morte de Margaery Tyrell, a Cersei não suportava o gatinho de estimação do filho, o Ser Pounce, e mandou executá-lo da forma mais terrível possível.

Cersei odiava tanto o nome Ser Pounce que ela simplesmente não podia deixá-lo vivo. Então ela planejou a mais diabólica das execuções. A morte de Ser Pounce foi tão horrível que nem poderíamos colocar na série.

Em tom de brincadeira, Benioff ainda avisa que a versão “super estendida” de Game of Thrones, que ainda está para ser lançada, terá a morte do gatinho e até um episódio especial dedicado a ele.

A última temporada de Game of Thrones terá seis episódios. Os dois primeiros terão cerca de 60 minutos de duração, já os quatro últimos episódios terão de mais de 80 minutos cada, incluindo aí a maior a batalha da série.

A HBO já prepara o spin-off de uma das séries mais queridas da atualidade (claro, né?). A produção deve começar entre junho e setembro de 2019.

A temporada final de Game of Thrones estreia em 14 de abril de 2019.