Bong Joon-ho, diretor de Parasita, assistiu a Bacurau e comentou semelhanças entre filmes

"Eu espero que o governo brasileiro apoie mais a indústria de cinema brasileira"

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Bong Joon-ho, diretor de Parasita, assistiu a Bacurau e comentou semelhanças entre filmes

O premiado diretor de Parasita, Bong Joon-ho, assistiu a Bacurau e fez comentários sobre a produção brasileira.

Conversando com a BBC News Brasil, Joon-ho falou suas impressões sobre o filme brasileiro:

É muito bonito. Tem uma energia única, traz uma força enigmática e primitiva. Eu espero que o governo brasileiro apoie mais a indústria de cinema brasileira e seus incríveis cineastas, como Kleber Mendonça e Juliano Dornelles. A indústria cinematográfica é arriscada e precisa de segurança e estabilidade.

O diretor também falou sobre as semelhanças entre Bacurau e Parasita: “São pessoas e lugares diferentes, mas há uma conexão, da luta dos oprimidos”.

Parasita fez história ao ser o primeiro filme em língua não inglesa a ganhar o prêmio máximo do Oscar (leia mais sobre aqui!).

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1