Zoe Saldana, Karen Gillan e Michael Rooker falam sobre demissão de James Gunn

Michael Rooker saiu do Twitter após o caso de Gunn

João Abbade Publicado por João Abbade
Zoe Saldana, Karen Gillan e Michael Rooker falam sobre demissão de James Gunn

Após a Disney demitir James Gunn por piadas ofensivas em seu Twitter, os atores de Guardiões da Galáxia estão se manifestando em apoio ao diretor. Dave Bautista (Drax) já falou bastante sobre o ocorrido, escrevendo mensagens dizendo que “não estava Ok com tudo que aconteceu”, citando um ataque ciber-nazista e a classificando a demissão como uma injustiça. Sean Gunn falou do crescimento do irmão como pessoa.

Zoe Saldana (Gamora), Karen Gillan (Nebulosa) e Michael Rooker (Yondu) também se abriram sobre o tópico. Saldana publicou uma mensagem em seu Twitter admitindo que os últimos dias foram difíceis e reiterando que ama os envolvidos com os filmes que participou na Marvel. Ela diz que vai absorver melhor as informações antes de opinar no caso de Gunn.

“Tem sido um fim de semana difícil não vou mentir. Estou tentando assimilar tudo antes de falar sobre o que penso. Só queria lembrar a todos que eu amo TODOS os membros da família Guardiões da Galáxia. E sempre vou amar”

Karen Gillan também não se sentiu pronta para opinar incisivamente, e reiterou que ama todos da produção e do elenco de Guardiões da Galáxia. Ela diz que terá mais para falar em breve.

“Amo todos os membros da família Guardiões da Galáxia”

“Só pra deixar claro, eu vou falar mais sobre isso depois, só queria falar algo por agora. Amo todos vocês.”

Já o Michael Rooker ficou bem bravo com a situação e com as mensagens que tem recebido. Por conta de tudo isso ele decidiu abandonar o Twitter (e diz que nunca voltará). “Estamos cansados e tristes com toda essa merda que vem acontecendo”, escreveu ele em seu post de despedida.

https://twitter.com/RookerOnline/status/1021118071803695104

“Essa conta vai ficar inativa depois desse post. Nós estamos cansados e triste com toda a merda que vem acontecendo. Nem eu nem meus representantes vão usar o Twitter de novo. Twitter é uma merda e não quero mais nada aqui. Obrigado aqueles que vieram com palavras gentis e de apoio. Vejo vocês no Instagram.”

A controvérsia envolvendo Gunn começou após dez mil tweets antigos do cineasta serem revividos — na maioria deles, o diretor fazia piadas a temas como estupro, pedofilia e AIDS.

A recente demissão de James Gunn da Disney, por causa de tweets antigos do cineasta, está dando o que falar e dividindo os fãs da franquia Guardiões da Galáxia. Muitos dão razão à decisão da Disney de cortar relações após as postagens ofensivas, mas outros defendem que a demissão deveria ser repensada porque os tweets foram escritos há uma década.

A revolta dos atores vem ao descobrir que foram membros da extrema direita (os chamados Alt-Right) que foram caçar tweets antigos e ofensivos do diretor. De acordo com o Deadline e com a Fox News, estes membros queriam desbancar Gunn por ele ser um crítico ferrenho do governo Trump.

Um grupo de fãs que está a favor de Gunn criou uma petição no Change.org para o diretor ser recontratado e assumir o terceiro longa dos Guardiões.

Guardiões da Galáxia Vol. 3 estreia em algum momento de 2020. As filmagens acontecem em 2019. Não temos nenhum detalhe a despeito da temática ou da história do terceiro filme. Um novo diretor não foi anunciado e não sabemos se o roteiro de Gunn será utilizado.