Warner Bros. usará inteligência artificial para aprovar novos projetos

O sistema aumenta a probabilidade de novos filmes se tornarem sucessos de bilheteria

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Warner Bros. usará inteligência artificial para aprovar novos projetos

A Warner Bros. anunciou ter fechado um contrato com a empresa Cinelytic para poder utilizar uma espécie de sistema de inteligência artificial que ajuda a aumentar a probabilidade dos novos projetos se tornarem sucessos de bilheteria. As informações são do The Hollywood Reporter.

Esse programa foi criado há três anos e ajuda a reduzir o trabalhou feito pelos executivos do estúdio: ele estuda se um novo roteiro pode dar certo a partir da análise de pesquisas de marketing e distribuição.

A ideia é que a Warner consiga prever, por exemplo, quais atores se encaixam melhor no perfil de cada personagem para que o projeto seja bem sucedido, qual a opção mais rentável para uma data de lançamento e como comercializar o filme.

O fundador da Cinelytic, Tobias Queisser, explicou mais detalhes sobre o programa à publicação.

“O sistema consegue calcular em segundos o que costumava demorar dias para ser avaliado por um ser humano quando se trata da avaliação geral de pacotes de filmes ou o valor de um ator.”

A Warner Bros. é um dos últimos estúdios a se render à plataforma e utilizá-la para otimizar os trabalhos; outros também usam o sistema para ajudá-los a escolher quais produções têm maior potencial de compra para distribuição.