Roteirista de Aranhaverso tentou agradecer Stan Lee no Oscar, mas foi cortado

Produção cortou o áudio do microfone antes que Bob Persichetti conseguisse falar

João Abbade Publicado por João Abbade
Roteirista de Aranhaverso tentou agradecer Stan Lee no Oscar, mas foi cortado

Homem-Aranha no Aranhaverso ganhou o Oscar de Melhor Animação e no discurso não faltaram elogios a Academia, a Sony Pictures e a família dos indicados. Mas muitos fãs sentiram falta de ao menos uma menção aos criadores do personagem: Stan Lee e Steve Ditko. A citação dos nomes não aconteceu, mas não foi por falta de tentativa dos vitoriosos. O diretor Bob Persichetti tentou citar Lee e Ditko, mas teve seu microfone cortado pela produção do prêmio. O diretor seria o último a falar, mas os discursos já tinham excedido o tempo limite de um minuto.

Confira abaixo o momento em que Persichetti falha ao tentar reconhecer os quadrinistas que inspiraram a obra:

https://www.youtube.com/watch?v=5zkNVaa4RTY

Depois do Oscar, o diretor revelou a jornalistas presentes o que ele iria falar ao microfone. “Nós apenas agradeceríamos a Stan Lee e Steve Ditko por inspirar essa coisa toda e por acreditar que todos nós, seres humanos, temos o potencial e a capacidade de sermos heróis.”

Apesar de não ter sido durante a transmissão, o roteirista Rodney Rothman também agradeceu Lee e Ditkko. Só que no Twitter.

O elenco do filme tem Shameik Moore como Miles Morales, Tom Hardy reprisando seu papel como Venom, Mahershala Ali interpretando Hobart Brown, Nicolas Cage como o Homem-Aranha Noir e Brian Tyree Henry, o Paper Boi de Atlanta, como Jefferson Davis. Jake Johnson é Peter Parker, Hailee Steinfeld interpreta Spider-Gwen, Lily Tomlin é Tia May e Liev Schreiber será o Rei do Crime.

Homem-Aranha no Aranhaverso estreou em 10 de janeiro de 2019 no Brasil. Confira nossa crítica!