Entenda quando se passa a história de O Senhor dos Anéis: os Anéis de Poder

Produção é situada na Segunda Era, mas o que isso quer dizer?

Camila Sousa Publicado por Camila Sousa
Entenda quando se passa a história de O Senhor dos Anéis: os Anéis de Poder

A série de O Senhor dos Anéis teve seus primeiros detalhes e imagens divulgados, e foi confirmado que a trama será situada na Segunda Era da Terra-média.

Em sua escrita, J.R.R. Tolkien dividiu a história do continente de acordo com grandes acontecimentos, que representaram uma mudança significativa para as raças que habitavam o local.

No texto abaixo, detalhamos o que acontece em cada era da Terra-média, e o que deve ser mostrado na série do Amazon Prime Video.

O começo de tudo

Antes de começar a falar sobre as três eras, é interessante ressaltar que a história narrada por Tolkien começa antes disso, com a criação do mundo explicada em O Silmarillion. Essa é a chamada Era de Arda, que foi dividida em duas partes: Primavera de Arda e A Era das Árvores.

Depois disso, começa um período chamado Anos do Sol, que foi dividido nas três eras que vamos detalhar abaixo.

Primeira Era

A Primeira Era da Terra-média compreende o período entre o surgimento dos Homens e a derrota de Morgoth. Essa era durou aproximadamente 590 anos (cada era pode ter uma duração diferente), e foi focada nas batalhas contra o Senhor do Escuro da época.

Antes de receber o nome de Morgoth, tal personagem era conhecido como Melkor e era um dos Ainur, os primeiros seres criados pelo pensamento de Eru Ilúvatar (a figura de Deus no universo de Tolkien). Melkor era o mais poderoso entre os Ainur e se voltou contra o seu criador (assim como acontece na Bíblia), se tornando assim o Senhor do Escuro.

Ainda na Primeira Era, Sauron se tornou um de seus principais generais. Na época, ele fazia parte dos Maiar, seres próximos aos Ainur, porém menos poderosos. Seguindo seu novo mestre, ele traiu seu povo e começou a agir para garantir a vitória de Morgoth e derrota dos servos de Ilúvatar.

O fim da Primeira Era foi marcado pela Guerra da Ira (War of Wrath, no original), também conhecida como A Grande Guerra. Esse conflito reuniu elfos, homens, anãos e Valar contra Morgoth. Nessa época, o Senhor do Escuro tinha se tornado extremamente poderoso, e as raças da Terra-média não conseguiam fazer frente à ele sozinhas. Então Eärendil fez um apelo aos Valar para que eles ajudassem, e só assim o vilão pôde ser derrotado. A Guerra da Ira durou mais de 40 anos, mas o resultado foi a derrota dos orcs seguidores de Morgoth e da maioria dos Balrogs. Após ser vencido, o vilão foi preso, julgado por seus crimes e jogado no “Vazio”.

Segunda Era

Imagem de O Senhor dos Anéis: os Anéis de Poder

É neste período que se passam os eventos da série do Prime Video. No começo da era, havia um sentimento de paz, especialmente pela derrota recente de Morgoth. Porém, as ações do vilão deixaram resquícios: os orcs e criaturas que não foram mortas se uniram sob a liderança de Sauron, que sobreviveu à Guerra da Ira.

Durante este período, Sauron reapareceu, mas adotou uma estratégia diferente. Ele se disfarçou como Annatar, o “Senhor dos Presentes”, e fez amizade com os elfos para influenciá-los a criar os Anéis de Poder. O plano deu certo, e parte da história da Segunda Era é focada em como tais objetos foram forjados e entregues para três raças da Terra-média.

Também é durante a Segunda Era que acontece a ascensão e queda de Númenor, a ilha onde foi estabelecido o primeiro reino dos homens. O primeiro teaser indica que a série vai mostrar os anos prósperos do local, mas há uma expectativa que sua derrota seja mostrada, talvez ao final do seriado. Sauron também teve grande influência neste acontecimento.

Sabendo que os homens poderiam ser corrompidos, o vilão aceitou ser feito de refém em Númenor e, aos poucos, corrompeu parte dos habitantes do local. Sua maior influência foi sobre o rei Ar-Pharazôn, que se rebelou contra os Valar e tentou reivindicar a ilha imortal de Valinor. O próprio Eru interviu e afundou a ilha de Númenor como punição. Poucos seres sobreviveram a isso: Sauron perdeu a capacidade de assumir uma forma física considerada “bela” e se refugiou em Mordor com o Um Anel, assumindo uma imagem corrompida. Já Elendil previu o que iria acontecer, e fugiu com os filhos Isildur e Anárion em direção à Terra-média. Eles foram os responsáveis por fundar os reinos de Gondor e Arnor.

A partir daí, a história é a mesma mostrada no prólogo de O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001). A Última Aliança entre Homens e Elfos foi feita e Sauron foi derrotado – mas o poder do Um Anel manteve seu espírito vivo.

Com cinco temporadas previstas, o seriado do Prime Video deve mostrar a forja dos Anéis de Poder (como o título indica) e pode terminar exatamente com o fim de Númenor e a formação da Última Aliança.

Terceira Era

Já a Terceira Era compreende eventos já conhecidos dos fãs do cinema. Sem ter o Um Anel, Saurou começou a reunir forças em Mordor e assumiu a forma de um olho retorcido em chamas. Também foi no começo da Terceira Era que os Valar enviaram os Istari, ou magos, para a Terra-média. São eles: Gandalf: o Cinzento (que depois se tornou Branco), Saruman, Radagast, Alatar e Pallando.

Fazem parte do período outros eventos narrados no prólogo de A Sociedade do Anel: Isildur é traído pelo Um Anel e morto, e o objeto é eventualmente encontrado por Smeágol, que se torna a criatura Gollum.

Todos os conflitos de O Hobbit e O Senhor dos Anéis acontecem durante a Terceira Era, e ela é considerada encerrada quando Frodo e Sam destroem o Um Anel na Montanha da Perdição, Sauron é totalmente derrotado e Aragorn sobe ao trono de Gondor.

O começo da Quarta Era é marcado pela partida dos últimos elfos da Terra-média, e daqueles que foram Portadores de Anéis de Poder, incluindo Frodo e Bilbo.

O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder estreia em 2 de setembro.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1