Máquinas Mortais pode dar prejuízo de até US$ 150 milhões para Universal

Analistas atribuem flop ao marketing confuso do filme

João Abbade Publicado por João Abbade
Máquinas Mortais pode dar prejuízo de até US$ 150 milhões para Universal

Máquinas Mortais, a tentativa de nova franquia de Peter Jackson, estreou com uma bilheteria desastrosa de US$ 7,5 milhões nos Estados Unidos e US$ 34,8 milhões no mercado internacional — totalizando US$ 42,3 milhões no mundo todo. O filme teve um orçamento superior a US$ 110 milhões e projeções feitas por empresas especializadas já apontam para um prejuízo estrondoso aos cofres da Universal — empresa que produz o longa. Um levantamento mais pessimista para o futuro chega a apontar uma perda de até US$ 150 milhões, considerando as despesas com marketing e distribuição.

Antes da Universal produzir a adaptação do romance de Phillip Reeve, os estúdios Fox e Warner recusaram a proposta de produzir o longa com Peter Jackson. As duas empresas não quiseram apostar no projeto por ser “arriscado demais” e Jackson procurou outras parcerias para realizar o filme. Fontes ouvidas pelo Deadline afirmaram que Máquinas Mortais não teve problemas na produção. Jackson e o diretor Christian Rivers fizeram o filme exatamente como gostariam e a Universal bancou a ideia sem mudar muitas coisas para fazer do projeto mais comercializável.

Um analista de mercado entrevistado pela revista Variety, atribuiu a bilheteria ruim ao marketing confuso do filme. Jeff Bock, da consultoria Exibition Report, afirma que o longa gastou excessivamente com propagandas, mas não conseguiu apresentar o conceito da obra de uma forma clara e envolvente para o público. A data de estreia próxima de Aquaman e Homem-Aranha no Aranhaverso também fez com que a franquia menos conhecida ficasse na sombra dos heróis.

Máquinas Mortais era um filme difícil de se vender com propagandas: seu roteiro é baseado em uma série de livros que não é tão conhecida nos EUA, também não tem nenhuma grande estrela de Hollywood no elenco e o enrendo é difícil de se explicar através de um comercial na TV ou em um pôster.

O filme ainda vai estrear em alguns mercados internacionais, como o Brasil e a China, mas com a performance geral dessa primeira semana, essa situação é quase irreversível.

A Universal não revela de forma oficial o orçamento gasto com campanhas de marketing e distribuição — algumas dados são feitos com informações vindas de funcionários da empresa e outros com estimativas feitas por consultorias.

Na trama steampunk, uma guerra dizimou a vida como conhecemos e as cidades se tornaram grandes máquinas que consomem umas as outras em busca de recursos. Numa Londres movida a vapor e engrenagens, um jovem descobre coisas que dão uma perspectiva sinistra ao novo mundo. O longa é baseado nos livros de Philip Reeve.

Hera Hilmar (Da Vinci’s Demons), Hugo Weaving (Matrix), Stephen Lang (Avatar) e Robert Sheehan (Misfits) estão no elenco. A direção é de Christian Rivers. Peter Jackson (O Senhor dos Anéis) se encarrega da produção.

Máquinas Mortais estreia em 10 de janeiro de 2019 no Brasil.