Jovem Nerd

70 anos de Stephen King: os melhores filmes baseados na obra do Rei

Nesta quinta-feira (21), Stephen King está completando 70 anos. Ele nasceu em Portland, no Maine, estado que seria cenário constante em suas obras. Quando criança, era um leitor voraz das HQs dos Contos da Cripta, obra que influenciou seu gosto pelas histórias de terror. Formado em Inglês pela Universidade do Maine, originalmente King queria ser um professor de Ensino Médio — contudo, nos anos 60, ele não conseguiu um emprego na área, que o forçou a escrever diversos contos para revistas masculinas, como a Cavalier.

No começo da década de 70, King teve a ideia de escrever um livro sobre uma jovem com poderes psíquicos, porém achou que era uma ideia boba e jogou o trabalho fora. Sua esposa, Thabita, tirou as páginas já escritas do lixo e incentivou o marido a terminar aquela história que veio a se tornar Carrie: A Estranha, primeiro romance do autor, adaptado para as telonas em 1976. O segundo grande sucesso de King veio em 1977, com O Iluminado, obra que seria eternizada nos cinemas em 1980 pelo cineasta Stanley Kubrick.

De lá para cá, King já escreveu 59 romances, 10 coletâneas de contos e 5 livros de não ficção, sendo um dos autores mais prolíficos do mundo. Mais de 60 adaptações cinematográficas baseadas na obra de King foram produzidas e outras quatro já estão oficializadas para os próximos dois anos. Com isso em mente, decidimos listar os melhores filmes baseados na obra do Rei!

Louca Obsessão (1990)

Em Sobre a Escrita, King explica que seu processo criativo começa com perguntas do tipo “E se?”. Foi numa dessas que ele se perguntou o que aconteceria se um escritor fosse sequestrado por uma fã psicótica. Assim surgiu Misery: Louca Obsessão, livro publicado em 1987 e transformado em filme três anos depois.

Estrelado por Kathy Bates (American Horror Story) e James Caan (O Poderoso Chefão), o filme acompanha Paul Sheldon, um escritor de romances água com açúcar (alô Sidney Sheldon!) que sofre um acidente durante uma nevasca e é resgatado por Annie Wilkes, uma enfermeira que diz ser a fã nº 1 do autor. Ela o leva para sua casa e começa a tratar os ferimentos por lá, explicando que levará seu ídolo para um hospital assim que a neve derreter. Porém, as coisas vão ficando cada vez mais tensas e Paul Sheldon percebe que sua salvadora não é quem parece ser e possui alguns parafusos a menos. O longa rendeu a Kathy Bates o Oscar de Melhor Atriz em 1991.

À Espera de Um Milagre (1999)

À Espera de Um Milagre foi publicado originalmente em seis volumes no ano de 1996. No livro, King mostra a história de Paul Edgecombe, um carcereiro que trabalha em uma penitenciária nacional supervisionando os prisioneiros condenados à morte. Sua vida muda com a chegada de John Coffey, um homem acusado de estuprar e matar duas meninas — contudo, Paul e os outros oficiais começam a perceber que o homem não só é inocente, mas também é dotado de habilidades que podem ser consideradas milagrosas.

O livro foi adaptado para as telonas em 1999, com Tom Hanks vivendo Edgecombe e Michael Clarke Duncan interpretando Coffey. O longa foi indicado ao Oscar de Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Ator Coadjuvante (Duncan) e Melhor Som.

Um Sonho de Liberdade (1994)

Um Sonho de Liberdade originalmente foi um dos contos que integrou a coletânea As Quatro Estações. A história acompanha Andy Dufresene, um banqueiro acusado injustamente de matar a esposa e o amante dela. Ele é condenado a passar o resto da vida na Penitenciária de Shawshank, mas está decidido a fugir do lugar assim que conseguir.

O filme foi lançado em 1994, com direção de Frank Darabont (The Walking Dead). Estrelado por Tim Robbins e Morgan Freeman, o longa foi um sucesso de público e crítica, sendo considerado um dos 100 melhores filmes de todos os tempos pelo American Film Institute.

Cemitério Maldito (1989)

Um dos livros mais sinistros de King, Cemitério Maldito foi lançado em 1983, mostrando a história do médico Louis Creed, que se muda com sua família para uma casa à beira de uma estrada movimentada. Quando o gato da família é atropelado, o protagonista descobre um cemitério indígena perto de sua residência que tem o poder de trazer os mortos de volta à vida — porém, ele aprende da pior forma possível de que as coisas enterradas lá não voltam exatamente como eram.

O romance foi adaptado para as telonas em 1989 e recebeu críticas mistas, mas se tornou um clássico do cinema trash da época. Não bastasse virar filme, o livro de King também inspirou a música “Pet Sematary”, dos Ramones.

Carrie: A Estranha (1976)

O primeiro romance de Stephen King chegou às livrarias em 1973 e foi recebido com sucesso de público e crítica. A adaptação estreou três anos após o lançamento do livro, mostrando a conturbada vida de Carrie White, uma jovem que sofre de bullying na escola e que é abusada em casa pela mãe fanática religiosa.

Tudo muda quando a adolescente descobre que possui poderes telecinéticos, mas uma pegadinha feita pelos colegas de classe pode liberar uma fúria que há muito estava contida.

Conta Comigo (1986)

Inspirado pelo conto O Corpo, Conta Comigo pode ser considerado um dos precursores de Stranger Things. Na trama, quatro amigos saem em uma aventura em busca do corpo desaparecido de um garoto da cidade que morreu ao ser atropelado por um trem.

Apesar do mistério e dos perigos que eles vão encontrar pelo caminho, Conta Comigo é um filme sobre a transição da infância para a adolescência, falando sobre a importância da amizade e o valor de se ter coragem mesmo quando tudo parece perdido.

1408 (2007)

Estrelado por John Cusack e Samuel L. Jackson, 1408 é uma adaptação do conto de mesmo nome originalmente lançado como audiobook em 1999. O filme acompanha Mike Eslin, um escritor conhecido pelos seus livros que analisam lugares assombrados dos EUA.

Em uma de suas buscas, Mike acaba se hospedando no quarto 1408 do Hotel Dolphin. Segundo a lenda, ninguém que passa mais de uma hora no apartamento consegue sobreviver. Apesar dos alertas constantes do gerente do lugar, o autor topa o desafio e vai descobrir de uma maneira bem brutal que alguns lugares são ruins por natureza.

Janela Secreta (2004)

O thriller psicológico estrelado por Johnny Depp foi baseado no conto Secret Window, Secret Garden, lançado em 1990. A história é focada em Mort Rainey, um escritor em meio a um bloqueio criativo. Isolado em uma cabana à beira de um lago, a vida do autor muda quando John Shooter, um homem misterioso aparece em sua vida e o acusa de plágio.

As coisas vão ficando mais tensas quando Shooter começa a ameaçar Mort fisicamente e exige que ele apresente provas de que não plagiou um de seus trabalhos.

O Iluminado (1980)

Stanley Kubrick já era considerado um gênio do cinema quando decidiu adaptar O Iluminado para as telonas. Com Jack Nicholson vivendo o escritor Jack Torrance, o filme mostra um homem enlouquecendo lentamente e ameaçando sua família durante uma temporada de inverno em um hotel vazio.

Kubrick mudou muitas coisas da obra de King — o que gerou um certo climão entre os dois, já que o autor nunca escondeu seu desgosto com a adaptação — mas o espírito de loucura e tensão crescente foi mantido, além de ter se tornado um dos clássicos do terror.

It: A Coisa (2017)

O filme mais recente baseado em um livro de Stephen King está conquistando multidões ao redor do mundo. A trama gira em torno de um grupo de adolescentes que sofrem bullying e abusos tendo de enfrentar uma criatura que aparece a cada 27 anos para se alimentar de pessoas (a maioria crianças) na pequena cidade de Derry, no Maine.

Assim como em Conta Comigo, It: A Coisa traz uma história de amadurecimento e amizade inserida em meio a um contexto de terror constante representado pelo palhaço Pennywise. Confira nossa crítica.


King vai lançar seu novo livro no próximo dia 26. Sleeping Beauties, escrito em parceria com seu filho, Owen King, o romance mostra um mundo onde as mulheres são acometidas por uma doença que as coloca em um sono profundo, envolvidas por uma espécie de casulo — tudo muda quando uma moça consegue permanecer imune ao vírus.

Lista de atalhos

Acesso rápido

Controles do player