Zack Snyder teve medo de processo da Warner ao se juntar à campanha pelo Snyder Cut

Diretor acreditava que o estúdio tentaria silenciá-lo

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Zack Snyder teve medo de processo da Warner ao se juntar à campanha pelo Snyder Cut

A versão de Zack Snyder de A Liga da Justiça, filme de 2017, foi exibida depois de uma grande esforço que começou com os fãs do cineasta. Mesmo sendo algo extremamente positivo para Snyder, ele revelou que sentiu medo de ser processado pela Warner Bros. por participar da campanha para o lançamento do Snyder Cut.

Em entrevista ao The Sunday Times, Snyder revelou ter pensado que o estúdio tentaria silenciá-lo. Ele disse ficou mais preocupado com possível problema jurídico do que com reações negativas à sua versão do filme.

“Eu fiquei mais preocupado com a possibilidade do estúdio me processar. Fazer alguma coisa para me silenciar.”

Então, ele comentou sobre a arrecadação de dinheiro para instituições que visam a prevenção de suicídio e falar sobre saúde mental.

“A verdade é que esses fãs conseguiram US$ 750.000 para previnir o suicídio e transtornos mentais. Eles salvaram vidas, isso é fato. Mas, por outro lado, foi divertido provocá-los? Por algo clicável? Sim. E eles eram um alvo fácil, mas continuaram conseguindo dinheiro. Não existem muitas comunidades de fãs que têm como objetivo principal, além de ver o trabalho de um cara que eles gostam, que tenham percebido que seu outro objetivo principal era conscientizar sobre a saúde mental e a prevenção do suicídio. Para mim, é meio difícil ficar com raiva deles.”

O Snyder Cut de Liga da Justiça foi lançado nas plataformas digitais em abril de 2021. Agora, o próximo filme do diretor a estrear é Army of the Dead – Invasão em Las Vegas, que chegará na Netflix.

Mais notícias