YouTube remove monetização de canais anti-vacinação

Movimento é considerado ameaça à saúde pública

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
YouTube remove monetização de canais anti-vacinação

Após o BuzzFeed News publicar uma reportagem apontando que os vídeos anti-vacinação estavam se espalhando pelo YouTube, a plataforma decidiu desmonetizar todos os canais que apresentam esse tipo de conteúdo. A informação é do Engadget.

Os vídeos não serão removidos da plataforma, porém, o site vai apresentar ao público um link para a Wikipedia que demonstra que o movimento anti-vacinação é uma das 10 maiores ameaças à saúde pública ao redor do mundo.

Além disso, o YouTube vai fazer mudanças em seu algoritmo para impedir que os conteúdos desse tipo não sejam recomendados na aba de vídeos relacionados.

Recentemente, uma série de empresas removeu publicidade do site após a descoberta de uma rede de pedofilia na plataforma. O YouTube também anunciou mudanças em sua política de strikes.