Woody Allen perde em primeira instância no processo contra Amazon

Uma acusação e uma reivindicação do cineasta foram descartadas

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Woody Allen perde em primeira instância no processo contra Amazon

No começo deste ano, o cineasta Woody Allen abriu um processo contra a Amazon Studios após o estúdio cancelar o lançamento de A Rainy Day in New York e quebrar o contrato que encomendava quatro filmes.

Agora, o processo foi julgado pela Corte Distrital dos EUA, e Allen perdeu em primeira instância. A informação é do The Wrap.

A juíza encarregada do caso, Denise Cote, determinou que o cineasta não pode processar um contrato que cobre múltiplos filmes. No entanto, isso não significa que esse será o fim.

O site reporta que, agora, Allen continuará tentando provar que a Amazon cancelou de forma ilegítima cada filme individualmente.

A decisão da juíza também descartou a acusação de que o estúdio teria violado um vínculo implícito de boa fé e tratamento justo, alegando que ela é “redundante”.

Por fim, uma das reivindicações de Allen sobre “enriquecimento sem causa”, que alega que a Amazon lucrou com a produção, foi descartada como uma acusação duplicada.

Woody Allen e a Amazon Studios não comentaram publicamente o processo.

A Rainy Day in New York seria o terceiro de cinco longas na parceria entre Allen e o serviço de streaming. O diretor está processando o serviço de streaming em US$ 68 milhões por descumprir o contrato e não lançar os filmes — saiba mais.