Weinstein Company consegue evitar falência ao ser comprada por um grupo de investimento

Seus fundadores, Bob e Harvey Weinstein, não vão receber nada da venda

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Weinstein Company consegue evitar falência ao ser comprada por um grupo de investimento

A Weinstein Company, produtora fundada por Bob e Harvey Weinstein — quem foi acusado de abuso sexual inúmeras vezes no ano passado — anunciou recentemente que estava rumo à falência.

No entanto, de acordo com a The Hollywood Reporter, a empresa conseguiu evitar sua falência ao ser comprada por um grupo de investimento liderado pela empresária Maria Contreras-Sweet e pelo investidor Ron Burkle.

O valor que foi acertado no acordo é de US$ 500 milhões e a compra deve demorar cerca de 40 dias para ser concluída.

O acordo, já aceito pela Procuradoria Geral de Nova York, inclui alguns condições como os compradores assumirem uma dívida de US$ 225 milhões, doar um fundo de compensação para as vítimas de abuso sexual no valor de US$ 80 a US$ 90 milhões, além do grupo de investimento receber a maioria dos bens da produtora — que reside em uma biblioteca de 277 filmes e um investimento adicional de US$ 257 milhões.

“O acordo oferece um caminho limpo para compensar as vítimas e proteger o trabalho de nossos empregados. Nós consideramos essa transação como algo positivo vindo de circunstâncias extremamente difíceis”, diz Contreras-Sweet em comunicado oficial.

Os fundadores da Weinstein Company, Bob e Harvey Weinstein, detêm juntos 42% da produtora, mas a dupla de irmãos não vai receber nenhuma verba da venda.