Warner nega acusações que estão no processo envolvendo o jogo de Westworld

Bethesda acusou a empresa de plágio

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Warner nega acusações que estão no processo envolvendo o jogo de Westworld

Na semana passada, a Bethesda Softworks abriu um processo contra a Warner Bros. alegando que a empresa plagiou códigos de Fallout Shelter no desenvolvimento do jogo mobile de Westworld.

Em comunicado enviado ao GamesIndustryBiz, a Warner negou todas as acusações, frisando que possui grande respeito às leis de direitos autorais e garantindo que a Behaviour Interactive, empresa que desenvolveu os dois jogos, garantiu que nenhum código de Fallout Shelter foi usado no projeto.

Documentos obtidos pelo TMZ dizem que a Bethesda contratou a Behaviour em 2014 para desenvolver Fallout Shelter. Anos depois, a desenvolvedora foi contratada para criar um jogo de Westworld e, supostamente, aproveitou boa parte do código anterior, já que ambos os títulos tem mecânicas bem parecidas.

A Bethesda diz que o jogo de Westworld está sofrendo com os exatos mesmos bugs que a versão inicial de Fallout Shelter sofria — mais um indicativo do furto.

A empresa comandada por Pete Hines quer o jogo seja descontinuado e uma parte dos lucros obtidos até então.