Venha ao festival O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon

O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon na CAIXA Cultural Rio Mostra de Cinema exibe produções de Hayao Miyazaki, Katsuhiro Otomo e Satoshi Kon, e promove curso e oficina de mangá A CAIXA Cultural Rio de Janeiro e a 3 Moinhos Produções apresenta, de 28 de junho a 10 de julho, a mostra de […]

Divulgação Publicado por Divulgação
Venha ao festival O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon

O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon na CAIXA Cultural Rio

Mostra de Cinema exibe produções de Hayao Miyazaki, Katsuhiro Otomo e Satoshi Kon, e promove curso e oficina de mangá

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro e a 3 Moinhos Produções apresenta, de 28 de junho a 10 de julho, a mostra de cinema “O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon” com 18 longas-metragens de animação. Esta mostra, além da cinematografia de Miyazaki, se expande para as obras de Katsuhiro Otomo e Satoshi Kon, ambos também marcados pelo refinamento nas produções e temáticas fora do convencional industrial.

Além da exibição dos filmes, a mostra promoverá também um curso sobre a obra de Miyazaki, em quatro aulas, e uma oficina de Mangá, ambos com inscrições gratuitas. A oficina pretende abordar noções de desenho, espacialidade e estilo de narrativa através do desenho impresso. Os alunos produzirão os seus próprios mangás durante as aulas, ao mesmo tempo que participarão de um estudo estético de um autor de mangá.

Apesar da animação japonesa ser sempre associada ao termo anime, tal termo hoje não se refere genericamente a qualquer animação produzida no Japão, e sim a um estilo fortemente arraigado e de características marcantes, como os populares olhos grandes e a animação econômica e de movimentos expressivos.

A consolidação deste estilo veio da adaptação da arte aos prazos curtos e pequenos orçamentos das séries televisivas nipônicas. Porém o mesmo processo industrial que criou o estilo anime também gerou insatisfações entre os artistas e correntes contrárias a essa forma de produzir. Esses “transgressores” do sistema japonês optaram pela animação de apelo autoral em longas-metragens cinematográficos para fugirem da massacrante produção de séries televisivas.

A criação do Studio Ghibli, por Hayao Miyazaki e Isao Takahata, que tinha como proposta ser “um vento que varresse a cabeça dos artistas” mostrou que tal forma de trabalho era possível, e criou seguidores. Obras produzidas antes e depois da fundação do Studio Ghibli, como Nausicaä do Vale dos Ventos e Meu Vizinho Totoro abriram caminhos para o surgimento de Akira, o filme fenômeno de Katsuhiro Otomo, e para a breve e bela cinematografia de Satoshi Kon e o seu mundo de sonhos em Paprika.

A mostra, com sessões às 15h, 17:30h , 17h e 19h de terça a sábado e 14h, 16h e 18h aos domingos, acontece nos Cinemas 1 e 2, na CAIXA Cultural Rio de Janeiro. Todas as sessões de 15h e 14h serão dubladas e as demais legendadas em português. Dentro da programação da mostra será oferecida uma palestra, oficina de mangá e curso sobre a obra de Hayao Miyazaki. As inscrições para a oficina e curso são gratuitas e estão abertas no site www.ouniversodemok.com.br.

SERVIÇO:
O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinemas 1 e 2
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 2544 4080
Datas: de 28 de junho a 10 de julho de 2011
Horários: Consultar programação (Sessões de terça-feira a domingo)
Classificação: Consultar programação
Lotação: 85 lugares, sendo 2 (dois) para cadeirantes
Ingressos: R$ 2,00 (Inteira) e R$ 1,00 (Meia)
Acesso para portadores de necessidades especiais.
Programação completa: www.caixa.gov.br/caixacultural
www.ouniversodemok.com.br.

Assessoria de Imprensa
CAIXA Cultural Rio de Janeiro
(21) 2202 3096 / (21) 2202 3086
cultura.rj@caixa.gov.br

Filmes da Programação

HAYAO MIYAZAKI

  • 1.
    AS AVENTURAS DE PANDA E SEUS AMIGOS (Panda Kopanda, Japão, 1972/73, 75’)
    Roteiro de Hayao Miyazaki – Direção: Isao Takahata
    Mimiko ficou em casa sozinha e descobre que agora tem uma família insólita: um Panda que ela chama de Papai e outro que a chama de Mãe. Este filme de episódios conta com duas histórias. A primeira é sobre as confusões criadas na escola pelos pandas e o segundo é sobre o encontro com Tiny, o tigre de circo.
    Classificação Indicativa: Livre
    Exibição de cópia dublada (15h ou 14h)
  • 2.
    LUPIN III: O CASTELO DE CAGLIOSTRO (Rupan sansei: Kariosutoro no shiro, Japão, 1979, 110’, Estúdios Tokyo Movie Shinsha, Topcraft)
    Direção: Hayao Miyazaki
    O elegante ladrão Lupin III volta suas atenções para o tesouro escondido no castelo de Cagliostro após um grande roubo de notas falsas. Porém descobre que a bela Clarisse está sendo forçada a se casar com o dono do castelo. Com ajuda de seu colega Jigen e do espadachim Goemon, Lupin tenta salvar Clarisse, resolver o mistério do castelo e enfrentar os capangas do Conde e o inspetor Zenigata.
    Classificação Indicativa: 10 anos
    Exibição de cópia legendada em português e dublada (15h ou 14h)
  • 3.
    NAUSICAÄ DO VALE DO VENTO (Kaze no tani no Naushika, Japão, 1984, 117’, Estúdio Topcraft)
    Direção: Hayao Miyazaki
    Após os 7 Dias de Fogo, o mundo se tornou um lugar inóspito, com a humanidade em frangalhos e os ecossistemas poluídos e tóxicos. Nausicaä, a princesa do Vale dos Ventos agora tenta compreender o que está acontecendo com a natureza e salvar a humanidade da própria belicosidade
    Classificação indicativa: 14 anos
    Exibição de cópia legendada em português
  • 4.
    LAPUTA: O CASTELO NO CÉU (Tenkû no shiro Rapyuta, Japão, 1986, 124’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    Um amuleto que passou através de gerações agora faz com que a menina Sheeta seja perseguida por piratas e agentes. Este amuleto indicaria o caminho para a ilha voadora de Laputa, citada em As Viagens de Gulliver, de Jonathan Swift.
    Classificação indicativa: Livre
    Exibição de cópia legendada em português
  • 5.
    MEU VIZINHO TOTORO (Tonari no Totoro, Japão, 1988, 86’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    Satsuki e Mei vão morar no interior para ficarem mais próximas da mãe, que está internada em um hospital. Porém a árvore de cânfora ao lado é a moradia do curioso ser batizado de Totoro.
    Classificação indicativa: Livre
    Exibição de cópia legendada em português
  • 6.
    O SERVIÇO DE ENTREGAS DE KIKI (Majo no takkyûbin, Japão, 1989, 103’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    Kiki fez 13 anos e, como segue a tradição, agora deve ir morar em uma cidade onde não more nenhuma outra bruxa. Lá, sobre uma vassoura voadora e com a ajuda de seu gato Jiji, monta um serviço de entregas.
    Classificação indicativa: Livre
    Exibição de cópia legendada em português
  • 7.
    PORCO ROSSO (Kurenai no buta, Japão, 1992, 94’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    O Mar Adriático é palco das batalhas aéreas entre piratas voadores, o piloto de americano Curtis e Marco Porcellino, o piloto que carrega a sina de ter a face de porco.
    Classificação Indicativa: 10 anos
    Exibição de cópia legendada em português
  • 8.
    A PRINCESA MONONOKE Princesa Mononoke (Mononoke-hime, Japão, 1997, 134’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    O guerreiro Ashitaka é atacado por um demônio que acaba o infectando com uma maldição. Assim, este viaja para as terras de um outro clã para compreender o mal que lhe aflige. Nestas terras se depara com a luta entre humanos e os deuses da floresta, e a princesa Mononoke, que fora criada por lobos.
    Classificação indicativa: 14 anos
    Exibição de cópia legendada em português
  • 9.
    A VIAGEM DE CHIHIRO (Sen to Chihiro no kamikakushi, Japão, 2001, 125’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    Durante a mudança para uma nova casa, Chihiro vê os seus pais transformados em porcos, e é transportada para um mundo surreal e assustador. Colocada para trabalhar na casa de banhos para deuses da bruxa Yubaba, agora Chihiro luta para não esquecer o próprio nome e voltar
    para o mundo real.
    Classificação indicativa: Livre
    Exibição de cópia legendada em português e dublada (15h ou 14h)
  • 10.
    O CASTELO ANIMADO (Hauru no ugoku shiro, Japão, 2004, 119’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    A jovem Sophie é aprisionada no corpo de uma anciã devido a maldição de uma bruxa. Impossibilitada de falar sobre a sua sina, encontra em seu caminho um mágico que habita um castelo que caminha sobre suas próprias pernas.
    Classificação indicativa: Livre
    Exibição de cópia legendada em português e dublada (15h ou 14h)
  • 11.
    PONYO – UMA AMIZADE QUE VEIO DO MAR (Gake no ue no Ponyo, Japão, 2008, 101’, Studio Ghibli)
    Direção: Hayao Miyazaki
    Sosuke encontra um peixinho preso em um pote de vidro enquanto brinca na praia. Porém o seu peixinho é filha de um feiticeiro marinho e agora deseja se tornar humana a qualquer custo.
    Classificação indicativa: Livre
    Exibição de cópia legendada em português e dublada (15h ou 14h)

KATSUHIRO OTOMO

  • 12.
    AKIRA (Akira, Japão, 1988, 124’, Estúdio TMS Entertainment)
    Direção: Katsuhiro Otomo
    Em uma Tóquio futurista e decadente dominada por gangues de motoqueiros, um deles demonstra sinais de poderes psíquicos. Raptado por uma organização governamental para fins de pesquisa, Tetsuo se torna extremamente perigoso para os que possuem poderes parecidos com os dele e para toda a Neo-Tokio.
    Classificação indicativa: 14 anos
    Exibição de cópia legendada em português
  • 13.
    MEMORIES (Memorîzu, Japão, 1995, 113’, Estúdio TMS Entertainment)
    Direção: Katsuhiro Otomo
    Filme de episódios, formado por três historias baseadas em quadrinhos de Katsuhiro Otomo . “Magnetic Rose” é sobre dois viajantes espaciais que, seguindo um sinal, acabam sendo levados para um mundo magnífico criado pelas memórias de uma mulher. Em “Stink Bomb”, um jovem químico acidentalmente se transforma em uma arma biológica implacável pronta para atingir Tóquio. E em “Cannon Fodder” vemos um dia da vida de uma cidade que tem como único propósito disparar canhões em inimigos desconhecidos. Classificação indicativa: 16 anos
    Exibição de cópia legendada em português
  • 14.
    STEAMBOY (Suchîmubôi, Japão, 2004, 126’, Estúdios Bandai Visual
    Company, Studio 4°C, Sunrise VAP)
    Direção: Katsuhiro Otomo
    Em uma ficção científica em plena Inglaterra vitoriana, o filme narra as aventuras do jovem inventor Ray Steam. Este, ao receber um misterioso metal que pode ser uma nova fonte de energia capaz de abastecer uma nação, agora é obrigado a resgatar a sua família e salvar Londres da destruição. Clássico do steampunk
    Classificação indicativa: 14 anos
    Exibição de cópia legendada em português

SATOSHI KON

  • 15.
    ATRIZ MILENAR (Sennen joyû, Japão, 2001, 87’, Estúdio Madhouse)
    Direção: Satoshi Kon
    Ao descobrirem que um estúdio de cinema falido será demolido, dois repórteres resolvem fazer um documentário sobre a sua maior estrela, a senhora Fujiwara Chiyoko. A entrevista se torna uma viagem pela historia do cinema japonês com a interferência de uma chave com o poder de misturar realidade e fantasia.
    Classificação indicativa: 14 anos
    Exibição de cópia legendada em português
  • 16.
    TOKYO GODFATHERS (Tokyo Godfathers, Japão, 2003, 92’, Estúdio Madhouse)
    Direção: Satoshi Kon
    Três mendigos, um ex-ciclista, um travesti e uma menina que fugiu de casa, encontram um bebê abandonado no lixo na noite de natal. A união dos três em uma saga para encontrar os pais da criança os leva a uma jornada tragicômica pelas ruas de Tóquio.
    Classificação indicativa: 16 anos
    Exibição de cópia legendada em português
  • 17.
    PAPRIKA (Papurika, Japão, 2006, 90’, Estúdio Madhouse)
    Direção: Satoshi Kon
    A Dra. Atsuko Chiba desenvolve um tratamento psiquiátrico revolucionário com o uso da DC-Mini, a máquina que torna possível o acesso ao mundo dos sonhos. O roubo da máquina provoca um surto de loucura, no qual as pessoas parecem sonhar acordadas. Atsuko assume o papel de Paprika, seu alter-ego no mundo dos sonhos, para descobrir quem está por trás da
    tragédia.
    Classificação indicativa: 12 anos
    Exibição de cópia legendada em português

SESSÃO MENÇÃO HONROSA:

  • 18.
    O TÚMULO DOS VAGALUMES (Hotaru no haka, Japão, 1988, 89’, Studio Ghibli)
    Direção: Isao Takahata
    Durante segunda guerra, com o Japão assolado pela caos e a destruição, dois irmãos, Seita e Setsuko, se vêem sozinhos no mundo.
    Agora os dois tentam sobreviver em meio à fome, às doenças e à escassez de generosidade.

Classificação indicativa: 14 anos
Exibição de cópia legendada em português

CURSOS:

Curso: O Universo de Hayao Miyazaki

De 05 a 08 de julho de 15 as 17 horas

Cinema 2

Aula 1 – Cultura Japonesa e Mitologia na obra de Miyazaki

Professora Janete Oliveira

Segundo o próprio autor, seus filmes não são produzidos para serem universais. Eles são para japoneses. Esta aula visa desvendar os detalhes que passam  desapercebidos aos olhos ocidentais. E detalhar questionamentos que soam incompreensíveis para os não nipônicos.

  • –  Animismo, shintoísmo e cultura japonesa
  • –  Natureza e mitologia japonesa
  • –  A mitologia japonesa presente na obra de Miyazaki
  • –  Universalidade X Peculiaridade

Aula 2 – O insólito em A Viagem de Chihiro

Professora Janete Oliveira

Chihiro tem seus pais transformados em porcos e luta para não esquecer o seu próprio nome. O insólito desta narrativa é estudado dentro do contexto do imaginário infantil e da mitologia.

  • –  O insólito como elemento ficcional
  • –  O insólito na literatura japonesa
  • –  O livro “Kiri no mukou no fushigi na machi”
  • –  O filme A Viagem de Chihiro
  • –  Universos Cruzados

Aula 3 – O Studio Ghibli e a indústria do anime.

Professor Jansen Raveira

Como um estúdio japonês de animação alega não produzir animes? Baseado no artigo “About Anime“, a aula demonstrará a postura contra a corrente tomada pelo Studio Ghibli e analisará a forma como o artesanal é transformado em  linguagem.

  • – O Inicio da animação japonesa
  • – A animação limitada norte-americana
  • – A consolidação da linguagem anime.
  • – As animações overseas
  • – Os processos de trabalho alternativos
  • – A autoria dentro do mercado de animação

Aula 4 – Um Velho Mundo Idealizado

Professor David Mussel

A Europa não raramente é cenário para os filmes de Miyazaki. Porém é uma Europa surreal e idealizada, como que surgida de um passado de sonhos e contos de fada. O objetivo será a análise da construção de um espaço baseado no real, porém sob o olhar de um estrangeiro oriental.

  • – Kiki vai para Koriko
  • – Porco Rosso e a polêmica sobre Cape Suzette
  • – O Castelo animado nas ruas de Colmar
  • – A era Meiji em A Viagem de Chihiro

Currículos dos Professores

Professora Janete Oliveira

Possui graduação e mestrado em Comunicação Social e bacharelado em Letras Português/Japonês pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente é coordenadora técnica do Grupo de Comunicação Intercultural ELO da Faculdade de Comunicação Social e professora assistente do setor de Japonês do Instituto de Letras, ambos na UERJ. Tem participado dos encontros da ABEJ (Associação Brasileira de Estudos Japoneses) e dos Encontros de Língua, Literatura e Cultura Japonesa da APLERJ (Associação de professores de língua japonesa do estado do Rio de Janeiro) apresentando trabalhos ligados à área de língua e literatura japonesas.

Professor Jansen Raveira

Graduado em Cinema pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e mestrando em Ciência da Arte pela mesma universidade, já desempenhou funções de animador e finalizador em longas metragens como Turma da Mônica Numa Aventura no Tempo e nas séries de animação Tromba Trem e A Turma da Mônica, onde foi diretor de episódios. Recebeu 17 prêmios pelo seu curta de animação Como Comer Um Elefante e foi professor de Linguagem e História da Animação na UFF. Hoje desenvolve um trabalho de pesquisa sobre A Criação de Linguagem no Cinema de Animação, tendo como base o texto About Anime, de Hayao Miyazaki.

Professor David Mussel

Bacharel em Artes Visuais pela Universidade Federal de Minas Gerais, com habilitação em Cinema de Animação onde recebeu Menção Honrosa por seu trabalho em animação, Foi palestrante sobre Desenvolvimento Visual de Personagens na 4ª Semana de Entretenimento, Jogos e Animação da PUC Minas em setembro de 2008. Durante os workshops com o animador argentino Juán Plablo Zaramella na edição de 2008 do AnimaMundi, e com os experientes Guilherme PAM e Enzo Giaquinto do Giramundo, pelo Festival Internacional de Teatro de Objetos, surgiu a idéia para o seu curta Botões, premiado como melhor filme pelo júri popular na edição de 2009 do festival Vivo Arte Mov de Belo Horizonte. Participou do Festival Anima Mundi 2010 com o seu último filme, Quindins e atualmente trabalha no Copa Studio, no Rio de Janeiro

Curso gratuito. As inscrições poderão ser feitas até 02 de julho no formulário abaixo.

No dia 03 de julho os inscritos receberão a confirmação por e-mail. Caso os alunos regulares não estejam presente até 10 minutos depois do horário estipulado para início das aulas, as vagas serão oferecidas aos que estiverem na fila de desistência. Todos os alunos, regulares inscritos ou não, que tiverem freqüência mínima de 75% (3 aulas) receberão um certificado de participação por e-mail.

Debate: Miyazaki, Otomo e Kon: Clássicos ou Transgressores?

24 de julho | 19 horas

Cinema 2

Levando em consideração a produção em massa da indústria cultural japonesa, produzir longas animados em técnicas basicamente artesanais os torna clássicos ou transgressores?

Debate com Janete Oliveira e Jansen Raveira

Oficina de Mangá

29 de junho a 01 de julho | 15 as 17 horas

Cinema 2

Professor: Fabio Schin

Assistente: Leonardo Olimpo

Tão representativo da cultura pop japonesa quanto a animação, o mangá é um grande celeiro de ideias e a semente que gera uma boa parte das animações nipônicas. Essa forma peculiar de produzir histórias em quadrinhos encanta gerações e públicos de todas as idades através das suas narrativas com as mais variadas temáticas.

Esta oficina conta com um conteúdo divertido, fácil e descontraído que pode ser aplicado a quem já desenha ou a iniciantes. Diversos exercícios foram adaptados dentro do estilo e universo dos grandes mestres japoneses, Hayao Miyazaki, Katsuhiro Otomo e Satoshi Kon. O participante da oficina terá noções básicas de cópia, adaptação de traço, criação de personagem e estilo, composição, criação de história, finalização, autocorreção e coordenação motora. Além disso receberá diversas dicas de carreira e encaminhamento profissional. Serão três dias de oficina, com duas horas de atividades por dia.

Dia 1:

  • O estilo do Mestre Hayao Miyazaki.
  • Noções básicas de cópia
  • Adaptação de traço
  • Coordenação motora
  • Exercícios de observação I

Dia 2:

  • O estilo do Mestre Katsuhiro Otomo.
  • Movimentação
  • Adaptação de traço
  • Criação de personagem
  • Exercícios de observação II

Dia 3:

  • O estilo do Mestre Satoshi Kon.
  • Adaptação de traço
  • Exercícios de observação III
  • Criação de história.
  • Composição
  • Autocorreção
  • Finalização

Público alvo:

Interessados na arte de desenhar mangá, iniciantes ou os que buscam aprimoramento.

Oficina para alunos a partir de 10 anos.

Currículo de Fabio Schin

Fundador do Mangá Studio Japan Sunset, o desenhista paulistano e professor de mangá Fabio Shin trabalha profissionalmente com esta arte desde 1996. Ele desenha desde sua infância e fez diversos cursos para aprimorar suas técnicas, entre eles, o de anime com a escola de Animação japonesa Doga Kobo Animation Studio. Ele tem seu trabalho reconhecido  mundialmente e presta serviços para diversas empresas e editoras neste seguimento, inclusive para a Editora JBC. Criador do Nikayou Mangá a caricatura em desenho Japonês, a Japan Sunset foi a idealizadora desse tipo de trabalho no Brasil e criou também a adaptação do Sítio do Pica Pau Amarelo em mangá, por ocasião da comemoração do centenário da imigração japonesa em 2009. Caso deseje conhecer melhor o trabalho do Mangaká Fabio Shin e da Japan Sunset acesse: www.fabioshin.com.

Oficina gratuita com vagas limitadas. As inscrições poderão ser feitas até dia 25 de junho no formulário abaixo.

No dia 26 de julho os inscritos receberão um e-mail com a lista de selecionados. Os selecionados devem confirmar presença até 12h do dia 28 de junho.

www.ouniversodemok.com.br