Tom Holland estava bêbado quando ajudou a salvar o Homem-Aranha

Mesmo assim, o ator foi essencial para que a parceria entre Sony e Marvel não chegasse ao fim

Marina Val Publicado por Marina Val

Em meados de agosto, começaram a surgir informações de que a Marvel e a Sony iriam encerrar sua parceria já que as duas não conseguiam chegar a um acordo sobre os filmes do Homem-Aranha que satisfizesse ambas as partes. No final de setembro, quando tudo parecia perdido e o futuro do Teioso estava incerto, as duas empresas anunciaram um novo acordo para produzir um terceiro filme do Homem-Aranha. Segundo Bob Iger, CEO da Disney, Tom Holland foi decisivo para resolver a questão.

Agora, durante uma entrevista no programa do Jimmy Kimmel, Holland comentou o lado dele da história.

Segundo o ator, ele estava devastado com a situação do Homem-Aranha, mas queria agradecer ao Bob Iger pela oportunidade e pelos cinco anos que mudaram a vida dele. Então ele conseguiu o contato do CEO, que retornou a ligação cerca de dois ou três dias depois.

Entretanto, justamente quando Bob Iger ligou para Tom, ele estava em um pub com a família e já tinha bebido um pouco depois de não ter comido muito. Ele ficou muito emotivo durante a ligação, pois achava que o tempo dele no MCU estava chegando ao fim, e isso acabou gerando outras conversas que acabaram salvando o Teioso.

O novo longa do Homem-Aranha deve chegar aos cinemas em 16 de julho de 2021.