Christian Bale não sabia o significado de “MCU” até ser escalado em Thor: Amor e Trovão

Ator também comentou influências para criar o vilão Gorr

Camila Sousa Publicado por Camila Sousa
Christian Bale não sabia o significado de

Em entrevista para a Total Film, Christian Bale revelou que não sabia o significado de MCU até ser escalado em Thor: Amor e Trovão.

Questionado se teve alguma dúvida em voltar para o universo de quadrinhos, após interpretar o Batman, o astro respondeu:

“Absolutamente não, isso nem passou pela minha cabeça. Eu li sobre isso e as pessoas estavam falando ‘olha, ele entrou para o MCU’. E eu pensei ‘fiz o que? Não entrei em nada, muito obrigado’. Fiquei pensando sobre ‘MCU’ e precisei perguntar o significado disso.”

Já sobre as influências para a criação do vilão Gorr, o Carniceiro dos Deuses, Bale revelou que teve muito apoio do diretor Taika Waititi e até de Kate Bush:

“Ouvi muito dos pensamentos de Taika sobre o personagem. Claro, ele tem uma atitude meio Nosferatu. Taika e eu queríamos fazer uma dança completa, o que não conseguimos. Trabalhamos em algumas coisas com Kate Bush, mas acho que ele percebeu que não conseguiríamos colocar no corte final. Vou dizer que a coisa mais normal que eu estava assistindo era o vídeo de ‘Come to Daddy’, do Aphex Twin.”

O ator também revelou uma preocupação quanto ao figurino de Gorr, em comparação com os quadrinhos:

“Você pensa ‘eu sei o que ele fez, está no nome né?’. Mas cometi o erro de pesquisar o personagem no Google e pensei ‘ah, não. Ele anda de tanga o tempo todo. Eu não sou o homem certo para isso.’ Mas então Taika descartou qualquer ideia de seguir por esse lado. Mas sempre penso que poderíamos fazer isso na frente de uma tela azul, para ele mudar o que quisesse depois.”

Taika Waititi dirige Thor: Amor e Trovão, que promete mostrar o Deus do Trovão (Chris Hemsworth) enfrentando Gorr (Bale), conhecido como Carniceiro dos Deuses.

Além disso, o filme terá Natalie Portman como Jane Foster, a Poderosa Thor e membros dos Guardiões da Galáxia, como Peter Quill (Chris Pratt), Nebulosa (Karen Gillan) e Mantis (Pom Klementieff).

A estreia nos cinemas brasileiros está marcada para 7 de julho.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1