The Witcher | “Esse é o tipo de papel que amo fazer”, diz Henry Cavill

O ator esteve no Brasil junto com a showrunner da série durante a CCXP

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
The Witcher |

De surpresa, o ator Henry Cavill e a showrunner Lauren S. Hissrich vieram ao Brasil para falar sobre a série The Witcher no painel da Netflix, que aconteceu na CCXP 2019. Além do painel, eles também participaram de uma coletiva de imprensa e falaram um pouco sobre os bastidores e detalhes da produção.

Tanto Hissrich quanto Cavill já conheciam The Witcher antes de começarem a trabalhar na série — ela já havia lido O Último Desejo, e ele era um fã dos jogos da franquia. “Lauren que me contou sobre os livros que inspiraram o game. Eu achei que eram histórias que se relacionavam com o game, mas eu estava errado”, contou Cavill.

O ator é um grande fã de universos de fantasia. “Vivo no mundo da fantasia desde que era um garoto. É o que eu faço no meu tempo livre, é o meu hobby. Ser Geralt nesse mundo de fantasia como trabalho é um sonho que se torna realidade para mim”, disse. “Esse é o tipo de papel que eu amo fazer, e sim, é muito difícil, mas só porque eu amo muito e quero dar o máximo de mim”.

Ele continuou:

Acho que raramente um ator tem a oportunidade de trabalhar com algo que ame tanto, e ter essa oportunidade de ir não um passo além, mas dez passos além, e aproveitar todo o processo.

Hissrich contou que, para escrever os nove episódios que compõem a primeira temporada da série, ela e sua equipe de roteiristas trabalharam por vinte semanas. Com um material base amplo, a showrunner queria dar um foco maior em Yennefer, portanto pegou todas as passagens que mencionavam algo sobre a história dela nos livros para construir a personagem da série: “Para mim, uma personagem que é a mais poderosa do universo não é muito interessante. Eu preciso saber quais são seus motivos, seus pontos fracos”.

Henry Cavill e Lauren Hissrich durante coletiva

Os espectadores encontrarão “um pouco de tudo” no seriado, que promete ser uma aventura épica, mas com momentos de romance e de terror. Para os fãs dos livros, a equipe usou falas retiradas diretamente do material original, apesar de nem sempre estarem nos mesmos momentos que foram escritas pelo autor Andrzej Sapkowski.

A segunda temporada da série, que ainda nem estreou, já está confirmada, e a showrunner deu algumas dicas do que podemos esperar. Enquanto a primeira leva de episódios tinha como missão apresentar e expandir o mundo de The Witcher, a segunda será mais focada em desenvolvimento de personagens — e terá novas pessoas para Geralt conhecer.

The Witcher chega à Netflix no próximo dia 20 de dezembro.