The Last of Us | Joel não é tão diferente de David, segundo Troy Baker

Dublador explica que a percepção de "herói e vilão" não é concreta no jogo

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
The Last of Us | Joel não é tão diferente de David, segundo Troy Baker

Durante um painel na Comic Con de Manchester, Troy Baker debateu com os fãs sobre o conceito de herói e vilão na narrativa de The Last of Us. E parece que, para o dublador, Joel e David não são tão diferentes assim.

Baker explicou que a percepção sobre os atos e motivações de cada um é relativa e acabou traçando um paralelo entre os dois personagens.

No primeiro jogo, você assume que Joel é o herói e David é o vilão, certo? Mas, se pararmos para pensar, todo mundo é o herói de sua própria história. Eu não acredito que Joel diria que ele mesmo é um herói. Se ele parasse para fazer uma autoavaliação de sua vida, ele provavelmente se consideraria o vilão da história. Ele poderia apenas explicar que é um sobrevivente que não quer salvar ninguém, nem se meter na vida de alguém. Apenas viver um dia de cada vez.

Na sequência, os jogadores vão controlar Ellie, que parece estar em uma jornada para conseguir vingança, embora não tenha sido revelado o motivo da sua fúria.

Ela será a única personagem jogável e será acompanhada por um NPC, que ainda não teve sua identidade revelada. Além disso, o tema do título será “ódio”, ao contrário do primeiro jogo, que era “amor”.

The Last of Us Part II ainda não tem data de lançamento, mas chegará exclusivamente para PlayStation 4. Confira algumas das teorias do jogo!